Buffet para o casamento – como escolher

Como escolher um buffet eficiente e que não dê dores de cabeça num dia tão especial? Neste post você encontra dicas e truques para não errar. Veja!

Para quem pretende se casar diversas são as providências a serem tomadas: roupas, decoração, convidados, salão de festa, lista de presentes, alianças, padrinhos e mais mil e uma coisas que não há como escapar. Uma delas é o buffet, que pode consumir de 50 a 60% das despesas e merece toda atenção.

Escolhendo o buffet de casamento (Foto: Divulgação)

Mas como escolher um buffet eficiente e que não dê dores de cabeça num dia tão especial? Neste post você encontra dicas e truques para não errar. Veja!

Dicas

Pesquisa: Escolhida a data do casamento, é hora de pesquisar até encontrar o buffet que melhor atenda às necessidades! Peça referências de amigos e conhecidos, pesquise na internet ou no jornal da cidade e agende visitas em todos eles. Lembre-se de que quanto mais cedo, melhor para que se possa escolher a data sem preocupações (tente fazer a reserva de 6 a 12 meses antes do dia da cerimônia). Este é o momento de verificar toda a estrutura do local como cozinha, banheiros, instalações, utensílios a serem utilizados, estacionamento, segurança, para que se tenha certeza de que todos os convidados estejam a vontade e seguros.

Cerimônia no local: Tem sido cada vez mais recorrente fazer a cerimônia de casamento no mesmo local da festa. É uma boa opção! Se for a vontade do casal, analise espaço e estrutura visando novamente o conforto de todos.

Escolhendo o buffet de casamento (Foto: Divulgação)

Tipo de Festa: Definido o local, é hora de saber exatamente que tipo de festa pretende dar e quais as opções de cardápio. Seja brunch, almoço, coquetel ou jantar com certeza o buffet oferecerá opções prontas e é o momento de trocar alguns itens por aqueles que são mais do gosto do casal. Os buffets costumam fazer degustações, aproveite a oportunidade e exclua tudo o que não agradar.

Leia Também:  Maquiagem para casamento a noite - passo a passo

Bebidas: Geralmente os buffets oferecem bebidas como água, sucos e refrigerantes, mas cobram à parte bebidas como espumantes, vinhos e whisky. Sendo assim, verifique se a taxa é adequada ao mercado ou se está sendo abusiva. Se for o caso, contrate esses tipos de bebidas à parte.

Escolhendo o buffet de casamento (Foto: Divulgação)

Serviço de Música: As casas geralmente oferecem também DJ ou bandas ao vivo o que facilita bastante e deixa mais barato, no fim das contas, já que este tipo de serviço à parte costuma ser bem mais caro. Fique atento se o tipo de música oferecida é aquele que o casal e convidados gostam e faça as mudanças necessárias.

Fechando Contrato: Tudo acertado é hora de fechar o contrato. Esse momento é importantíssimo e requer atenção. Exija que tudo o que foi acertado verbalmente, em especial, mudanças no cardápio, bebidas e serviços de música estejam inclusos no mesmo. Valores e formas de pagamento também devem ser especificados em detalhes.

Escolhendo o buffet de casamento (Foto: Divulgação)

Com essas dicas básicas, fica mais fácil contratar um buffet que garanta que o dia do casamento seja repleto de lembranças boas.

Top