Bronzeamento Artificial SP

A cada dia as pessoas buscam por técnicas variadas de melhorar a estética. O verão acabou, então o que fazer para manter aquela pele…

Por Redacao em 11/09/2009

Bronzeamento artificial

A cada dia as pessoas buscam por técnicas variadas de melhorar a estética. O verão acabou, então o que fazer para manter aquela pele morena alcançada com tanto esforço no decorrer dos meses de calor e sol?

Hoje em dia não só as mulheres, mas os homens também buscam por clinicas de estéticas e tratamentos novos de beleza, entre eles está o bronzeamento artificial. Esse método permite que mesmo aquelas pessoas que não gostam de ficar “tostando” no sol tenham um aspecto de bronze, isso vale para o período de inverno.

O bronzeamento artificial oferece o conforto de exibir durante todo o ano uma pele da cor do verão e com aspecto saudável, além disso não apresenta riscos de queimadura e não descasca. Os adeptos a essa moda sabem que para adquirir uma pele bronzeada deve-se fazer isso aos poucos, assim será possível obter uma cor uniforme, escurecendo-a um pouco a cada dia.

As câmaras de bronzeamento artificial chegaram ao Brasil em 1995, e desde então tornou-se mania, artistas da sociedade revelam a origem de sua cor e então esse procedimento passa a ser mania. Entretanto esse sistema de bronzeamento ainda é um assunto polêmico, pois dermatologistas alertam com relação aos riscos, os raios ultravioleta, sendo de origem natural ou não, causam o envelhecimento precoce das células e tem um grande efeito carcinogênico, pode provocar câncer de pele.

A cabines de bronzeamento artificial possuem uma estrutura de acrílico transparente que permite a passagem das luzes vindas de um conjunto de lâmpadas, essas geram até 98% de luz ultravioleta A e 2% de luz ultravioleta B, até pouco tempo atrás alguns profissionais alegavam que esses raios eram seguros, então em 2009 a ANVISA proibiu o uso, a exportação, aluguel, recebimento e comercialização dos equipamentos para o bronzeamento artificial e atualmente sabe-se muito bem dos efeitos nocivos desses raios, porém os danos são cumulativos, não podem ser vistos imediatamente, seus efeitos poderão aparecer apenas após 10 anos de uso.

Mesmo conhecendo-se os riscos de aderir a essa opção de bronzeamento, em 2010 foi liberado o uso dessas câmeras novamente. Caso queira fazer esse tipo de bronzeamento, é necessário tomar alguns cuidados, como procurar um dermatologista antes e atente-se para o uso de óculos de proteção, retire toda a maquiagem, jóias, e acessórios, avise ao médico caso esteja usando algum medicamento, nunca fique por mais tempo que o indicado, caso surja bolhas ou qualquer irritação na pele, suspenda o uso e procure um especialista e escolha uma clínica onde exista um dermatologista credenciado.

São Paulo é o grande centro do nosso país, por isso as pessoas se deslocam de seus estados para cá e procuram por clínicas que forneçam esse tipo de tratamento.

Essa técnica de bronzeamento pode ser bastante nociva para pele, por isso pesquise por lugares confiáveis e de preferência com indicação de um amigo ou conhecido.

Top