Brasil x Argentina: rivalidade em campo na estreia do futebol feminino no Pan

Uma das maiores rivalidades do futebol mundial será vivenciada na noite desta terça-feira, na estreia do futebol feminino nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. As…

Formiga é uma das jogadoras mais experientes da Seleção Brasileira em Guadalajara

Uma das maiores rivalidades do futebol mundial será vivenciada na noite desta terça-feira, na estreia do futebol feminino nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. As meninas de Brasil e Argentina ficarão frente a frente a partir das 20h (de Brasília), no estádio Omnilife, no México, em partida válida pelo Grupo B, que conta ainda com as Seleções da Costa Rica e do Canadá.

Mesmo sem contar com suas duas principais jogadoras, as craques Marta e Cristiane, a Seleção Brasileira está confiante na conquista do tricampeonato pan-americano. Nas duas últimas edições dos Jogos, o Brasil faturou a medalha de ouro vencendo na final os Estados Unidos, no Pan do Rio em 2007, e o Canadá, em Santo Domingo-2003.

Tendo a forte Seleção da Argentina como adversária logo de cara, as brasileiras se prepararam bem para a estreia no torneio, mas sabem que o primeiro jogo tem sempre um sabor especial. “Estreia é estreia. Dá aquele frio na barriga, mas estamos confiantes de que faremos um ótimo trabalho em campo contra a Argentina”, contou a experiente jogadora Maicon.

O que joga a favor da Seleção feminina do Brasil é o último encontro entre as duas equipes pelo Campeonato Sul-Americano de 2010, quando as meninas brasileiras golearam as “hermanas” argentinas por 4 a 0. Apesar do placar elástico, o técnico Kleiton Lima ressalta que a partida não foi nada fácil. “O início do jogo foi bem complicado. A Argentina deu trabalho, mas no segundo tempo conseguimos fazer os gols e saímos com a vitória”, relembra ele.

Com dúvidas, Kleiton Lima ainda não divulgou a equipe que mandará a campo nesta terça. A tendência é que a Seleção Brasileira seja escalada com Bárbara; Maurine, Karen, Bagé, Tânia Maranhão e Maicon; Francielle, Rosana e Formiga; Thaís Guedes e Daniele.

Comemoração dupla?

O duelo entre Brasil e Argentina em Guadalajara será especial para a meio-campista titular Francielle, que completa 22 anos de idade justamente no dia da estreia da seleção feminina no Pan. E ela já tem a receita para a comemoração ser perfeita. “Para a felicidade ser completa, temos que sair do estádio com a vitória”, declarou ela ao site oficial da CBF.


Top