Brasil tem dificuldades, mas vence a Coreia do Sul na Copa do Mundo de Vôlei

As meninas do Brasil tiveram que suar a camisa para superar a Coreia do Sul e conquistar a terceira vitória na Copa do Mundo…

Bloqueio triplo do Brasil em ação diante das coreanas

As meninas do Brasil tiveram que suar a camisa para superar a Coreia do Sul e conquistar a terceira vitória na Copa do Mundo do Japão, em jogo disputado na madrugada desta terça-feira, no Toyama City Gymnasium, em Toyama, no Japão. Em uma partida bastante disputada, a Seleção Brasileira obteve o triunfo somente no tie-break e fechou o jogo em 3 sets a 2, parciais de 22/25, 25/18, 18/25, 25/13 e 15/8.

Com a ponteira coreana Kim inspirada, logo no primeiro set a equipe do Brasil percebeu que o jogo não seria nada fácil. As brasileiras erraram bastante e viram a Coreia fechar o set em 25 a 22.

Em desvantagem na partida, as brasileiras voltaram para a quadra mais atentas e se recuperaram no jogo. Com a entrada da levantadora Fabíola na vaga de Dani Lins, a equipe verde e amarela soube variar mais as jogadas de ataque e venceu o set por 25 a 18.

A ponteira Kim, maior pontuadora da partida, com 29 pontos e eleita a melhor jogadora em quadra, continuava infernizando a vida das brasileiras e contribuía para o bom rendimento da equipe coreana. E foi em um bloqueio de Kim sobre o ataque de Sassá que a Coreia do Sul fechou o terceiro set por 25 a 18.

Destaque do Brasil no jogo, com 19 pontos, a oposto Sheilla se transformou em uma gigante no quarto set para recolocar o Brasil de volta na partida. Logo no início, a Seleção Brasileira abriu uma boa vantagem frente às coreanas, administrou o resultado e fechou o set com facilidade em 25 a 13.

No tie-break, a partida seguia bastante equilibrada, com as duas equipes trocando pontos. Porém, na metade do quinto set, as brasileiras impuseram um maior volume de jogo e fecharam em 15 a 8, e a partida em 3 sets a 2.

Na madrugada da próxima quarta-feira (09), a Seleção Brasileira feminina volta à quadra para enfrentar a Sérvia, as atuais campeãs europeias, às 4h (horário de Brasília).

Top