Brasil lidera quatro classes das competições de vela no Pan Brasil lidera quatro classes das competições de vela no Pan

Brasil lidera quatro classes das competições de vela no Pan

Os representantes do Brasil nas competições de Vela, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, permanecem com a rotina de bons resultados e lideram quatro das…

Por Redacao em 20/10/2011

Matheus Dellagnello é o líder da classe sunfish em Guadalajara

Os representantes do Brasil nas competições de Vela, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, permanecem com a rotina de bons resultados e lideram quatro das nove classes do torneio, que está sendo disputado em Puerto Vallarta, no México.

Depois de três dias de provas, o Brasil segue soberano nas classes RS:X masculina e feminina. Entre as mulheres, o show fica por conta da velejadora Patrícia Freitas, que depois de conquistar um segundo e um primeiro lugar nas últimas regatas, soma seis pontos perdidos, contra dez da mexicana Demita Veja e 12 da americana Farrah Hall, principais concorrentes ao ouro.

Já na competição masculina, o atleta Ricardo “Bimba” Winicki segue na liderança, com oito pontos perdidos, mesmo número do argentino Mariano Reutmann. Porém, o brasileiro está na frente por conta dos critérios de desempate.

A soberania verde e amarela é vista também nas provas da classe snipe, onde Alexandre Tinoco e Gabriel Borges chegaram à ponta da competição com boa vantagem para os concorrentes diretos pelo título.

Na classe sunfish, Matheus Dellagnello vem tendo um aproveitamento perfeito e manteve a primeira posição após vencer as duas últimas regatas.

Brasileiros vão bem em outras quatro classes

Na J24, o terceiro dia de competição não foi dos melhores, mas mesmo assim Maurício Santa Cruz, Daniel Santiago, Alexandre Saldanha e Guilherme Hamelmann ocupam a segunda posição no geral, atrás do barco dos Estados Unidos, que tem um ponto de vantagem.

Na luta pela medalha dourada, a dupla da hobie cat, Bernardo Arndt e Bruno Oliveira, teve um desempenho satisfatório nas duas últimas regatas e assumiu a segunda colocação na classe.

Por sua vez, a equipe brasileira que compete na classe lightning também está na segunda posição, graças ao segundo e terceiro lugares alcançados nas regatas passadas. Assim, a tripulação formada por Cláudio Biekarck, Gunnar Ficker e Macelo Silva segue firme na briga por medalhas. Apesar de não ter rendido tão bem no terceiro dia de competição, o velejador Bruno Fontes, da classe laser, manteve o terceiro lugar, com 20 pontos perdidos.

Os barcos voltam à água para competir nesta sexta-feira, com a disputa de mais duas regatas. A 11ª e última regata será realizada no domingo.

 

Top