Brasil lidera quatro classes das competições de vela no Pan

Os representantes do Brasil nas competições de Vela, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, permanecem com a rotina de bons resultados e lideram quatro das…

Por Redacao em 20/10/2011

Matheus Dellagnello é o líder da classe sunfish em Guadalajara

Os representantes do Brasil nas competições de Vela, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, permanecem com a rotina de bons resultados e lideram quatro das nove classes do torneio, que está sendo disputado em Puerto Vallarta, no México.

Depois de três dias de provas, o Brasil segue soberano nas classes RS:X masculina e feminina. Entre as mulheres, o show fica por conta da velejadora Patrícia Freitas, que depois de conquistar um segundo e um primeiro lugar nas últimas regatas, soma seis pontos perdidos, contra dez da mexicana Demita Veja e 12 da americana Farrah Hall, principais concorrentes ao ouro.

Já na competição masculina, o atleta Ricardo “Bimba” Winicki segue na liderança, com oito pontos perdidos, mesmo número do argentino Mariano Reutmann. Porém, o brasileiro está na frente por conta dos critérios de desempate.

A soberania verde e amarela é vista também nas provas da classe snipe, onde Alexandre Tinoco e Gabriel Borges chegaram à ponta da competição com boa vantagem para os concorrentes diretos pelo título.

Na classe sunfish, Matheus Dellagnello vem tendo um aproveitamento perfeito e manteve a primeira posição após vencer as duas últimas regatas.

Brasileiros vão bem em outras quatro classes

Na J24, o terceiro dia de competição não foi dos melhores, mas mesmo assim Maurício Santa Cruz, Daniel Santiago, Alexandre Saldanha e Guilherme Hamelmann ocupam a segunda posição no geral, atrás do barco dos Estados Unidos, que tem um ponto de vantagem.

Na luta pela medalha dourada, a dupla da hobie cat, Bernardo Arndt e Bruno Oliveira, teve um desempenho satisfatório nas duas últimas regatas e assumiu a segunda colocação na classe.

Por sua vez, a equipe brasileira que compete na classe lightning também está na segunda posição, graças ao segundo e terceiro lugares alcançados nas regatas passadas. Assim, a tripulação formada por Cláudio Biekarck, Gunnar Ficker e Macelo Silva segue firme na briga por medalhas. Apesar de não ter rendido tão bem no terceiro dia de competição, o velejador Bruno Fontes, da classe laser, manteve o terceiro lugar, com 20 pontos perdidos.

Os barcos voltam à água para competir nesta sexta-feira, com a disputa de mais duas regatas. A 11ª e última regata será realizada no domingo.

 

Top