Brasil é o terceiro mercado mundial de produtos de beleza

Isabella Moretti 25/08/2012 Beleza

Os brasileiros, tanto os homens como as mulheres são vaidosos e se preocupam com a aparência. Desta forma, toda vez que um novo tratamento, perfume, hidratante, shampoo ou outro cosmético é lançado no mercado, eles procuram experimentar. Este hábito tem transformado o segmento de beleza em algo bem lucrativo para fabricantes, lojistas e prestadores de serviços.

As mulheres brasileiras estão gastando cada vez mais com produtos e serviços de beleza. (Foto:Divulgação)

O investimento em produtos e serviços de beleza é cada vez maior

A mania de cuidados pessoais dos brasileiros rendeu ao país o terceiro lugar no ranking dos maiores mercados mundiais de produtos de beleza. Em 2008, o faturamento do setor foi de R$ 24,54 bilhões e representou um aumento de 10,4% nas vendas, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). Já em 2011, a Indústria Brasileira de Cosméticos chegou a faturar 43 bilhões de reais.

A indústria de beleza do Brasil está atrás apenas dos Estados Unidos e Japão, crescendo a cada ano, enquanto os países líderes do segmento estão em ritmo de retração. Mesmo com a grande procura por produtos de higiene, cosméticos e perfumes, os preços não foram afetados pela inflação, pelo contrário, ainda são atrativos e cabem no orçamento do consumidor.

Veja também: Sacks perfumes: cosméticos importados

O crescimento do mercado de beleza no Brasil

O mercado de beleza brasileiro cresce em torno de 13% ao ano. De acordo com dados da Fundação Getúlio Vargas, em um ano os gastos das mulheres com salão de beleza subiram 7,61%. A manutenção e os cuidados domésticos também não saem barato para a mulher brasileira e movimenta muito dinheiro.

Mercado de beleza cresce 13% ao ano no Brasil. (Foto:Divulgação)

Embora os preços dos produtos e serviços de beleza estejam mais altos, as mulheres continuam investindo no setor para cuidar da aparência e não abrem mão de alguns caprichos, como fazer as unhas toda semana, alisar o cabelo ou comprar cosméticos antirrugas.

As condições econômicas e o poder de compra da população brasileira tiveram melhorias, sobretudo no que diz respeito à classe C, por isso os consumidores estão contribuindo com o crescimento do mercado nacional de beleza.

As grandes empresas que atuam no ramo de beleza também estão apresentando aumento nos lucros. O Boticário, por exemplo, obteve um aumento no faturamento de 16% a 18% de um ano para o outro e está conquistando bons resultados com o mercado aquecido.

O mercado de beleza também tem contribuído com a geração de empregos. (Foto:Divulgação)

A Natura também tem demonstrado um posicionamento otimista diante do mercado de beleza. De acordo com informações da empresa, nos nove primeiros meses de 2008, o crescimento foi de 20,9% em relação a 2007.

Além de aumentar a venda de produtos, o mercado de beleza também está aumentando a oferta de emprego no Brasil. Estima-se que, nos últimos 15 anos, as oportunidades de trabalho no segmento aumentaram 143%.

Saiba mais: As marcas de beleza mais valiosas do mercado

Outros artigos

Vagas de Estágio na Chemtech 2011

02/11/2010

Vagas de Estágio na Chemtech 2011

Estudantes interessados em conquistar uma oportunidade de estágio saibam que estão sendo disponibilizadas vagas de estágio, onde os candidatos antes de serem sel...

Vestidos de renda para natal 2016

16/06/2016

Vestidos de renda para natal 2016

Os vestidos de renda para natal 2016 prometem influenciar o look das mulheres no mês de dezembro. Os modelos são delicados, elegantes e sofisticados. O acabamento re...