Brasil é o quinto país que mais contrata no mundo

De acordo com um levantamento feito pela International Business Report (IBR) em 2012, o Brasil foi o quinto país que mais contratou em todo…

De acordo com um levantamento feito pela International Business Report (IBR) em 2012, o Brasil foi o quinto país que mais contratou em todo mundo, sendo que os índices aumentaram internamente chegando ao seu melhor desempenho nos últimos três anos. No ano passado, 42% dos empregadores brasileiros admitiram mão de obra, já em 2011 o percentual foi de 40%.

Leia também: Vagas de emprego banco do brasil, currículos 

 

Brasil está empregando mais (Foto: Divulgação)

Desemprego no Brasil diminuiu em 2012

O quinto lugar no ranking da IBR veio em comparação com outras 44 economias. O estudo considerou entrevistas com 12,5 mil companhias para chegar a esse resultado animador. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), a taxa de desemprego de 2012 foi de 5,5% (média anual), sendo o nível mais baixo da história nacional.

Contrariando esse cenário otimista está o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que identificou queda no saldo líquido de empregos formais gerados em 2012, que chegou em seu pior resultado em três anos, com a geração de 1.301.842 empregos.

Índia foi o país que mais contratou em 2012

O relatório da IBR aponta que no ano passado o país que mais contratou foi a Índia, que aumentou o seu índice em 62%, seguida pela Turquia, com 60%. Na frente do Brasil, também estão dois países latino-americanos: Peru (57%) e Chile (43%).  As últimas posições no ranking foram ocupadas pelos europeus afetados pela crise: Grécia (-38%) e Espanha (-24%). Colômbia (que não apareceu na relação), assim como Peru e Chile teve um aumento alarmante na quantidade de contratações por causa dos altos investimentos recebidos de economias estrangeiras.

Leia Também:  Como montar um currículo ainda na faculdade

Confira também: Trabalhe conosco Hyundai Brasil

 

Brasil está bem colocado no ranking de geração de emprego (Foto: Divulgação)

Reajuste salarial acima da inflação

Graças ao aquecimento do mercado de trabalho, a pesquisa aponta que a intensa disputa pela mão de obra deve fazer com que pelo menos 29% das companhias do Brasil ofereçam reajustes acima da inflação na comparação com outros países. Esse número só é maior na Tailândia, onde 42% das corporações devem conceder ganho acima da inflação. O país do futebol teve esse expressivo índice de contratação graças as obras geradas para o recebimento da Copa do Mundo de das Olímpiadas, além de contar com as contratações por parte de empreendedores emergentes, que continuam obtendo sucesso em suas vendas.

Top