Brasil aparece na 63ª posição no ranking de conectividade à internet

O Brasil aparece na 63ª posição no ranking mundial de conectividade à internet do qual fazem parte 158 nações, de acordo com um levantamento…

Por Editorial MDT em 21/05/2012

Com esse percentual, o Brasil fica na média mundial de conectividade, que é de 33,49%

O Brasil aparece na 63ª posição no ranking mundial de conectividade à internet do qual fazem parte 158 nações, de acordo com um levantamento publicado no início da semana, pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) no Rio de Janeiro. Segundo o relatório 33% das residências brasileiras possuem acesso à rede.

Com esse percentual, o país fica na  média mundial de conectividade, que é de 33,49%.”O Brasil é a fotografia da exclusão e inclusão do mundo”, analisa o economista Marcelo Neri, coordenador do estudo do Centro de Políticas Sociais da FGV. A pesquisa ainda apresentou dados alusivos à conectividade nas residências em cada estado brasileiro.

Leia mais: Presença de computador em moradias triplica, mas ainda não chega a 40%

A Suécia aparece na primeira posição da lista, com 97% das residências conectadas. Em segundo lugar vem a Islândia com 94%, seguida pela Dinamarca com 92%, Holanda com 91% e Singapura com 89%. Os Estados Unidos aparece na 17ª posição, com 85%. Na faixa de 1% está Maláui e República Democrática do Congo.

Retrato brasileiro

A cidade de São Caetano, em São Paulo, tem a maior taxa do país de acesso à internet, com 69% de conectividade

Em relação aos grupos emergentes, os Brics, Brasil bate a África do Sul, que aparece no 108º lugar, e Índia, na 128ª posição. No entanto, o Brasil fica atrás da Rússia, na 46ª posição. O relatório não faz menção sobre a China.

A cidade de São Caetano, na capital paulista, tem a maior taxa do país de acesso à internet, com 69% de conectividade. Por outro lado, a cidade de Aroeiras, no Piauí, tem zero acesso à internet, em relação a países como Miamar e Burkina Faso, que são os últimos países da tabela.

Leia também: Como pagar uma conta pela internet sem correr riscos

A finalidade do Mapa da Inclusão Digital, feito pela instituição, é listar os vários modos de acesso à tecnologia digital e auxiliar as metas de conectividade da ONU. O ano de 2015 é o prazo instituído pelas Nações Unidas para as metas do milênio. O levantamento agrupa dados do último censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto Gallup World Poll.

Top