Brad Pitt: altos e baixos da carreira

Brad Pitt: altos e baixos da carreira

Brad Pitt, além de ser detentor de uma beleza invejável, é um grande ator e produtor cinematográfico nas telinhas. O astro já estreiou mais…

Por Paulo Lima em 08/07/2013

Brad Pitt, além de ser detentor de uma beleza invejável, é um grande ator e produtor cinematográfico nas telinhas. O astro já estreiou mais de cinquenta filmes, que vão desde papéis simples como um violento vendedor de sabão a um autoritário tenente encarregado de reunir a população judaica em missões de caça aos nazistas. Entretanto, assim como ocorre entre vários atores, Brad já vivenciou ótimas oportunidades e outras nem tanto nas telinhas.

Por isso, para você que tem curiosidade, confira a seguir os pontos altos e baixos da carreira de Brad Pitt:

Saiba mais sobre a carreira do galã Brad Pitt (Foto: Divulgação)

Altos e baixos da carreira de Brad Pitt

Os pontos altos da carreira de Brad Pitt começam com sua participação no filme “Seven – Os Sete Crimes Capitais”, que ao lado de Morgan Freeman forma uma dupla imbatível, capaz de perseguir um serial killer que mata suas vítimas de acordo com os sete pecados capitais. Logo em 1999 Brad vive outro ponto máximo, que se deu no “Clube da Luta”, filme indicado ao Óscar e grande sucesso nas telinhas por levar uma mensagem diferente aos seus telespectadores. Já em 2009 vem a proposta para Brad interpretar Aldo Raine, um líder de um grupo de judeus norte-americanos que se reúnem para eliminar o maior número de nazistas possíveis da Alemanha. Além destes, também não podemos deixar de citar o enredo de Sr. e Sra. Smith, que é um dos filmes que juntaram casais na vida real, onde o astro começou o seu relacionamento com a diva Angelina Jolie.

O relacionamento de Brad e Angelina se iniciou a partir do filme Sr. e Sra. Smith (Foto: Divulgação)

Agora, os pontos baixos da carreira de Brad Pitt são marcados por filmes com pouca repercussão, que por focarem em pontos que não eram fundamentais na história, também acabaram forçando a barra no enredo e fazendo com que os telespectadores não os levassem a sério. A título de exemplo, se  encontra o filme “Inimigo Íntimo”, que força o sotaque irlandês da dupla principal do filme; “Sete Anos no Tibet”, que conta a história de um jovem que conhece Dalai Lama, porém sem enfatizar sua figura religiosa e, também, o enredo de “Encontro Marcado”, que exagera no romance do casal e deixa muito a desejar aos telespectadores.

Brad e Angelina Jolie vivem uma crise no casamento

E aos altos de baixos da carreira de Brad Pitt não terminam por aí: recentemente o ídolo teve uma grande crise em seu casamento com Angelina Jolie, com quem possui 6 filhos, de forma que reportou à mídia o que fez para resolver o problema. Leia a seguir a declaração deixada pelo astro acerca do assunto:

“Um Segredo de Amor

Minha esposa ficou doente. Constantemente ela ficava nervosa por causa de problemas no trabalho, na vida pessoal, seus erros e outros problemas com os filhos. Ela perdeu 13 quilos e pesava cerca de 40 quilos aos 35 anos.

Angelina ficou muito magra e constantemente chorava. Não era uma mulher feliz. Ela sofria de contínuas dores de cabeça, dor no coração e tensão muscular nas costas. Não dormia bem, conseguia pegar no sono apenas na parte da manhã e ficava cansada rapidamente durante o dia.

Nosso relacionamento estava a ponto de acabar. A beleza dela estava a deixando. Ela tinha bolsas sob os olhos, cabelos desgrenhados. Ela parou de cuidar de si mesma. Se recusou a fazer filmes e rejeitou cada papel. Eu havia perdido a esperança e pensei que iríamos nos divorciar em breve…

Brad Pitt vivenciou recentemente uma crise em seu casamento com Angelina Jolie (Foto: Divulgação)

Foi então que eu decidi agir. Afinal, eu tenho a mulher mais bonita do mundo. Ela é a mulher ideal para mais da metade dos homens e mulheres da Terra e eu o único que tinha permissão para dormir ao seu lado e abraçá-la. Comecei a mimá-la com flores, beijos e muitos elogios. Surpreendia-a e tentava agradá-la em todos os momentos. Enchi-a de presentes e comecei a viver apenas para ela. Só falava em público a seu respeito e relacionava todos os assuntos a ela, de alguma forma. Elogiei-a a sós e em frente a todos os nossos amigos.

Vocês podem não acreditar, mas ela começou a renascer, a florescer… Tornou-se ainda melhor do que era antes. Ganhou peso, parou de ficar nervosa e me ama ainda mais do que antes. Eu nem sabia que ela podia amar tão intensamente.

E então eu percebi uma coisa: ‘A mulher é o reflexo de seu homem’

Brad Pitt”.

 

Top