Bolsa estágio de pesquisa no exterior‎

Bolsa estágio de pesquisa no exterior‎

Algumas instituições já lançaram em suas unidades de ensino uma nova modalidade de bolsas de estudos para o corpo discente. Um exemplo é a Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior abreviado como BEPE cuja finalidade é garantir apoio ao estudante quanto à realização de estágios em pesquisas de curta e média duração no exterior […]

Por Redacao em 06/10/2011

Atualmente, um dos assuntos mais falados em todo o país não é o que estamos acostumados a ouvir com futebol, política, saúde… Mas sim, a educação e a maior acessibilidade dos brasileiros quanto à formação superior. Se antes era quase impossível conquistar uma graduação devido aos altos custos dos cursos, enorme concorrência nas Universidades Públicas, além da falta de oportunidade; Hoje, a história é bem diferente. Mas, por qual motivo?

Ora, aqui no Brasil estamos vivendo a era do “bum” da educação. Com isto, os estudantes são privilegiados visto que já há até a opção de saírem do país para realizar pesquisas e estudos mais aprofundados nos mais variados tipos de cursos. Aproveitamos para enfatizar que a realização de intercâmbios (na maioria dos cursos) é algo fundamental para o sucesso da sua carreira escolhida.

Algumas instituições já lançaram em suas unidades de ensino uma nova modalidade de bolsas de estudos
para o corpo discente. Um exemplo é a Bolsa Estágio de Pesquisa no Exterior abreviado como BEPE cuja finalidade é garantir apoio ao estudante quanto à realização de estágios em pesquisas de curta e média duração no exterior. Contudo, esta é uma possibilidade dos estudantes expandir seus conhecimentos com todo o apoio da instituição, além de aprimorar suas formações.

Para você que ficou interessado, este tipo de estágio tem a duração de um a seis meses, mas depende
da instituição e do curso escolhido. Outra pergunta: Qual a importância deste tipo de bolsa de estudo? Ora, ele se destaca por representar uma forma do estudante adquirir experiências internacionais, o que acaba abrindo novas oportunidades e um conhecimento mais rico na área de estudo.

Recentemente, o Governo Federal anunciou que passará a investir em bolsas de estudo para alunos que
desejarem fazer pesquisas em outros países. Os participantes poderão até mesmo escolher em que universidade desejam fazer os estudos. Cabe ao governo se responsabilizar por todo o processo para efetivação do estágio.

Há também outra instituição privada que já oferece esta modalidade de ensino. Estamos nos referindo ao Santander. Para se ter ideia, só neste ano ele já anunciou o destino de 100 bolsas para pesquisas
no exterior. Salientamos que os valores das bolsas podem atingir até 5.000 euros incluso todos os custos dos estudos como transporte aéreo, hospedagem, alimentação, dentre outros.

Com essas informações fica evidente que o país tem investido com mais qualidade na educação de quem deseja aprimorar seus conhecimentos no exterior. Não resta dúvida que esta proposta representa um ganho tanto para os estudantes por ter a oportunidade de adquirir novas experiências assim como para o próprio país por preparar futuros profissionais qualificados.

Top