Bolsa Escola 2016: inscrições

Veja como participar do Bolsa Escola 2016: inscrições! O programa beneficia milhares de famílias brasileiras, complementa a renda mensal e contribui com a melhora da…

Por Isabella Moretti em 21/03/2016

Veja como participar do Bolsa Escola 2016: inscrições! O programa beneficia milhares de famílias brasileiras, complementa a renda mensal e contribui com a melhora da qualidade de vida dos cidadãos em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Bolsa Escola 2016: inscrições. (Foto Ilustrativa)

Bolsa Escola 2016: inscrições. (Foto Ilustrativa)

O Bolsa Escola foi criado pelo governo federal em 2003 com o objetivo de erradicar a miséria e ao mesmo tempo, garantir que crianças e adolescentes com idade entre 7 e 17 anos não abandonem os estudos para trabalhar por necessidade de ajudar nos ganhos mensais da família.

Veja também: Inscrições escola da família, bolsas de estudo

☰ CONTEÚDO

Bolsa Escola 2016: inscrições

O Bolsa Escola/Bolsa Família é um programa social exclusivo para famílias de baixa renda e que possuem filhos em idade escolar. Através dele, é possível recebem uma contribuição mensal que complementa a renda e permite que todos os membros tenham acesso à alimentação digna e a educação.

O valor pago pelo Bolsa Escola difere de acordo com a quantidade de menores de idade matriculados em escolas públicas de ensino fundamental e médio, quanto mais crianças, maior o valor pago pelo governo. No entanto, o benefício não pode ultrapassar a quantia de R$175 por mês. Atualmente, cada criança cadastrada no programa tem direito a receber R$35 mensalmente, desde que permaneça matriculado e frequentando a escola regularmente.

As famílias que recebem o benefício tem o dever de manter as crianças na escola. (Foto Ilustrativa)

As famílias que recebem o benefício tem o dever de manter as crianças na escola. (Foto Ilustrativa)

Leia também: Regras do bolsa família quais são

Quem tem direito?

Para ter direito ao Bolsa Escola, a família deve ter renda per capta de até R$154 por mês. Para descobrir o valor da renda per capta da sua família, basta somar o salário mensal de todos os integrantes e dividir pelo número de pessoas que moram na casa, se o resultado for menor que cento e cinquenta e quatro, a família pode receber o benefício.

Além da renda, é preciso comprovar que há crianças com idade entre 7 e 17 anos na família. Após o cadastro, a frequência escolar dos menores é controlada pela Secretaria da Educação, caso as crianças deixem de comparecer as aulas, o valor mensal deixa de ser repassado a família.

Como se inscrever?

Para fazer a inscrição, é necessário procurar o CRAS. (Foto Ilustrativa)

Para fazer a inscrição, é necessário procurar o CRAS. (Foto Ilustrativa)

A inscrição requer análise minuciosa da atual situação financeira e econômica da família, por este motivo, não é possível fazer via internet. Para participar do Bolsa escola 2016: inscrições, um integrante da família deve comparecer o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) mais próximo ou na prefeitura da cidade, munido de todos os documentos pessoais dos membros da família.

Se a família estiver dentro de todos pré-requisitos estabelecidos pelo programa, será feito o Cadastro Único, que garante o direito ao bolsa escola e outros diversos programas de benefícios sociais. Esse cadastro deve ser renovado a cada dois anos para que não haja suspensão do repasse mensal.

Leia também: Como consultar bolsa família pela internet

O antigo Bolsa Escola

O Bolsa Escola foi criado em 2001, como uma estratégia da Rede de Proteção Social, do governo de Fernando Henrique Cardoso. Desde o início, o programa tinha como objetivo manter as crianças e os adolescentes carentes frequentando as escolas brasileiras.

A família beneficiada pelo Bolsa Escola recebia um auxílio financeiro no valor de R$15,00 por filho, que era sacado na agência da Caixa Econômica Federal. Para receber o benefício, era preciso comprovar a frequência escolar a cada três meses, além de manter o perfil atualizado no Cadastro Único.

O programa Bolsa Escola foi lançado no governo de Fernando Henrique. (Foto Ilustrativa)

O programa Bolsa Escola foi lançado no governo de Fernando Henrique. (Foto Ilustrativa)

Em 2003, o Bolsa Escola passou a integrar o Bolsa Família, considerado o maior programa de transferência de renda do país. O novo programa, que nasceu na gestão de Luís Inácio da Silva, também incorporou benefícios como o auxílio-gás e o fome zero.

O Bolsa Escola 2016: Inscrições pode ter os valores alterados, devido ao aumento do salário mínimo no início do ano. Para saber se tem direito ao benefício, compareça ao CRAS ou a prefeitura do seu município. Continue no Mundo das Tribos e veja outras matérias sobre programas do Governo.

 

Top