Bolsa De Estudo No Exterior 2012

A bolsa de estudo no exterior 2012 é uma ótima oportunidade para as pessoas que desejam participar da educação internacional, mas não possuem condições…

A bolsa de estudo no exterior 2012 é uma ótima oportunidade para as pessoas que desejam participar da educação internacional, mas não possuem condições financeiras para bancar um curso fora do país. O Governo Federal já está com projetos de aumentar o número de brasileiros estudando com bolsa no exterior, com grandes parcerias para que sejam lançadas novas oportunidades.

A presidente Dilma Rousseff anunciou que até 2014 um total de 75 mil estudantes serão beneficiados com bolsas de estudo no exterior, uma iniciativa que tem como meta melhorar a profissionalização dos brasileiros e oferecer novas experiências. Logo no primeiro semestre de 2012 os bolsistas serão escolhidos por meio de processo seletivo através do Programa Ciências Sem Fronteiras.

Todos os estudantes terão a oportunidade de ganhar uma bolsa de estudo no exterior, desde aqueles que estão cursando nível médio até o pós-doutorado. Segundo já constam algumas informações do MEC, o Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) vai disponibilizar 40 mil bolsas até 2014, enquanto as outras 35 mil bolsas de estudos serão oferecidas pelo CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

O Brasil tem aumentado o seu número de bolsas no exterior e ganhado visão internacional com seus estudantes, mas o novo programa promete fortalecer ainda mais essa idéia de formação internacional.  O crescimento do número de brasileiros estudando no exterior é uma ação que trará benefícios principalmente para a área de tecnologia, já que o país está carente de profissionais habitados na área.

Um grande investimento será feito no Programa Ciências Sem Fronteira, uma espécie de estímulo que vai inovar o perfil do profissional brasileiro que passar pela experiência. Além de oferecer a bolsa de estudo, o programa também vai arcar com os gastos de passagens aéreas e seguro de saúde. Talvez a maior novidade do projeto seja a contemplação de estudantes de nível médio e técnico com as bolsas, afinal, eles atualmente não possuem tantas oportunidades de estudar no exterior.

Continuar Lendo  Curso de Engenharia de Petróleo – Onde fazer?

As parcerias para aumentar o número de brasileiros estudando no exterior já começaram a ser realizadas. As universidades norte-americanas já demonstram interesse em receber os bolsistas por meio de intercâmbio, na proposta elas garantem alojamento gratuito, estágio e pesquisa. Outros países também costumam abrir suas portas para estudantes brasileiros, como Japão, França, Alemanha, Portugal e Espanha.

Segundo consta o plano apresentado pela Capes, por volta de 13 mil bolsas de estudos serão distribuídas em 2012 sob o critério de processo seletivo para a escolha dos candidatos mais preparados. Entre as modalidades disponibilizadas aparecem à graduação-sanduíche, doutorado-sanduíche, dourado pleno e pós-doutorado.

Os cursos relacionados à tecnologia e engenharia serão os primeiros beneficiados com o programa de bolsas no exterior. Tudo indica também que em 2012 o número de vagas para a modalidade de licenciatura também vai aumentar, incluindo as áreas de física, química, matemática e biologia.

O programa de bolsas no exterior 2012 terá vagas disputadas e os critérios para a triagem costumam ser bem rígido a cada processo seletivo. De qualquer forma, iniciativa é um grande passo em prol do desenvolvimento científico e tecnológico no Brasil.

Estudar no exterior é uma oportunidade única na vida de uma pessoa, pois além de contribuir com o currículo, também terá a chance de entrar em contato com outra cultura e aprender um novo idioma. Lembrando que as vagas são distribuídas por mérito, por isso a necessidade de apresentar uma boa performance na escola ou na vida acadêmica.

Para mais informações, acesse o site do Capes.

Top