Bolo de casamento falso ou verdadeiro: como escolher

Tudo na decoração de um casamento faz parte de seu cenário e deve ser cuidadosamente pensado. É o caso do bolo, que é algo…

Por Editorial MDT em 17/03/2013

Tudo na decoração de um casamento faz parte de seu cenário e deve ser cuidadosamente pensado. É o caso do bolo, que é algo tradicional. O momento de seu corte é muito importante aos noivos e simboliza o desejo de compartilharem o futuro, juntos. Essa simbologia pode ser proporcionada pelo bolo de casamento falso, também chamado cenográfico. No entanto, o casal e sua família se preocupam em servir fatias de bolo aos convidados, pois sabe-se que grande parte deles espera por isso. Acontece que um bolo real exige certos cuidados. Surge, então, a dúvida. Veja algumas considerações que certamente irão ajudá-la (o) a escolher bolo de casamento falso ou verdadeiro.

Os bolos fazem parte da decoração e estão cada vez mais elaborados (Foto: Divulgação)

Bolo de casamento verdadeiro

Quanto maior e mais elaborado for um bolo de casamento verdadeiro, mais caro ele será. É preciso verificar, também, se ele é realmente gostoso, pois muitos buffets já o incluem no serviço, mas embora o bolo seja lindo e perfeito para a decoração e as fotos, não agrada pelo sabor. O transporte do bolo de verdade também deve ser observado para que ele chegue intacto ao local da festa – coisa que não acontece com o bolo falso -. Outra desvantagem é que o ambiente deve estar refrigerado, para que o bolo resista ao tempo em que terá de ficar ali. Em relação ao tamanho, se ele for muito grande, terá de ser retirado da mesa para ser fatiado. Além disso, deve-se investir menos em docinhos, para evitar que as pessoas comam doces e deixem o bolo de lado, desperdiçando-o. A vantagem é que os convidados irão comer o bolo que estão vendo.

Pode-se apenas fingir que corta o bolo (Foto: Divulgação)

Bolo de casamento falso

O bolo de casamento falso tem a vantagem de ser mais barato e de poder ser maior e bem mais elaborado, além de resistir à temperatura alta e ao transporte. O problema é que as pessoas verão um bolo, mas comerão outro, que deve sair da cozinha, em fatias prontas. Por isso, é importante verificar se o bolo a ser servido é realmente bom. Na hora da foto, o corte da primeira fatia será simbólico, ou seja, o casal deverá fingir que está cortando o bolo. Também pode haver uma fenda falsa no material, para que a faca entre, fingindo ser um bolo real. Estas são as únicas desvantagens do bolo cenográfico, mas ele é bem mais barato e pode enfeitar melhor a mesa.

Quanto mais bonito e maior, mais caro o bolo será. É por isso que muitos escolhem o bolo falso (Foto: Divulgação)

Como alternativa, pode-se apelar para o bolo de casamento misto, que contém andares verdadeiros e falsos intercalados. A desvantagem é que ele requer cuidados com o seu transporte e com a refrigeração do local, além da necessidade de levá-lo para a cozinha, para que seja fatiado. Por outro lado, tem-se a vantagem de fazer um bolo maior e mais bonito e dar aos convidados a oportunidade de provarem o que estão vendo.

Veja os bolos que serão sucesso, neste ano: Bolo de casamento 2013: tendências

Você também pode deixar o bolo de lado: Dicas para substituir o bolo de casamento

Top