Bancários começam a retonar ao trabalho antes de assembléias

Sindicatos dos bancários de todo o Brasil decidem hoje, segunda-feira (17), se voltam ou não ao trabalho. A decisão será tomada em assembleias que…

Por Editorial MDT em 17/10/2011

Imagem: FuturaPress

Sindicatos dos bancários de todo o Brasil decidem hoje, segunda-feira (17), se voltam ou não ao trabalho. A decisão será tomada em assembleias que votarão pela aprovação ou recusa do acordo fechado na última sexta, entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

No domingo, assembleias decidiram pelo fim da greve em Curitiba e Criciúma. Na manhã de hoje, Londrina, Jundiaí e Porto Alegre também se reuniram e avalizaram o acordo. Bahia, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro farão suas assembleias hoje, as 18h. Embora em São Paulo a votação esteja marcada para as 18h, parte das agências da capital e do interior já abriu as portas, após 20 dias de paralisação.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) afirmou que, até o momento, não há números referentes ao fim da greve e a reabertura de agências.

Proposta da Fenaban

De acordo com informações da Folha Online, o reajuste proposto pela Fenaban foi de um reajuste de 9% sobre os salários, reajuste de 12% sobre o piso da categoria, aumento da Participação dos Lucros e Resultados (PRP) adicional para R$ 1.400 e também teto de parcela adicional de R$ 2.800, válidas a partir de setembro.

Balanço da greve:

Hoje, a paralisação chega ao 21º dia e até a última sexta-feira, 9.254 agências de bancos públicos e privados tiveram seus serviços afetados. Este número é equivalente a 46,1% das 20.073 agências em todo o Brasil.

Top