AVC é a principal causa de mortes no Brasil

De acordo com o Ministério da Saúde, o AVC é a principal causa de mortes no Brasil. O levantamento revelou ainda que o número…

De acordo com o Ministério da Saúde, o AVC é a principal causa de mortes no Brasil. O levantamento revelou ainda que o número de vítimas fatais de derrame aumentou nos últimos dez anos: em 2000, foram quase 84.13 mil mortos, já em 2010 a quantidade subiu para 99.726, perto 100 mil.

O derrame é a principal razão de óbitos entre os brasileiros. (Foto:Divulgação)

Com uma taxa de mortalidade tão alta, o Acidente Vascular Cerebral começa a preocupar os órgãos nacionais de saúde. Para Alexandre Padilha, ministro da saúde, é fundamental que a população tome consciência da doença e procure adotar hábitos saudáveis para prevenir o derrame.

Brasileiro desconhece os perigos do AVC

Para chegar à conclusão de que o AVC é a doença que mais causa óbitos entre os brasileiros, o Ministério se baseou em uma pesquisa realizada pela Bayer HealthCare Pharmaceuticals com o apoio da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Ao todo foram 7 mil participantes, com idade acima de 18 anos, moradores das principais cidades do país.

O levantamento mostrou ainda que o brasileiro não tem consciência da ameaça que o AVC representa. Para 72% dos entrevistados, as principais causas de morte no país são câncer, tabagismo e acidentes de trânsito. Apenas 13% das pessoas consideraram o derrame como a principal razão de óbitos.

Os resultados do estudo demonstra uma extrema necessidade de conscientização, pois as pessoas não estão conseguindo cuidar da saúde cardiovascular como deveriam.

Veja também: Dormir pouco aumenta risco de AVC

O que é o AVC?

O AVC acontece quando o sangue não chega ao cérebro como deveria. (Foto:Divulgação)

O Acidente Vascular Cerebral, popularmente conhecido como derrame, acontece quando há um entupimento ou rompimento dos vasos que levam sangue ao cérebro. A falta de circulação sanguínea adequada resulta em paralisia numa determinada área cerebral.

Continuar Lendo  Doenças cardíacas em gatos e cachorros

Alguns sinais podem indicar o AVC, como a perda súbita da força da face, formigamento pelo corpo, dor de cabeça intensa, perda da visão, desequilíbrio, vertigem e dificuldades para falar.

Assim que os primeiros sintomas do AVC forem identificados, é importante acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), pelo número 192. O tratamento da vítima de AVC depende de cada caso, mas normalmente consiste na reabilitação através de recursos terapêuticos.

Logo nos primeiros sinais, é importante acionar o Samu. (Foto:Divulgação)

Quando não resulta em morte, o derrame pode ter consequências danosas, pois incapacita a vítima de realizar tarefas cotidianas, como comer, falar e andar. As sequelas mais graves geram dependência absoluta e a vítima é incapaz de sair da cama.

Para prevenir o derrame, é importante ter uma vida mais saudável, praticando exercícios físicos e aderindo uma alimentação equilibrada.

Fatores de risco para o AVC

– Alcoolismo;

– Hipertensão Arterial;

– Doenças cardíacas;

– Diabetes;

– Enxaqueca;

– Colesterol alto;

– Sedentarismo;

– Obesidade;

– Tabagismo.

Saiba mais: AVC: entenda as causas e consequências

Top