Augusto Boal – Vida e Obra

Augusto Boal foi diretor de teatro, dramaturgo e ensaísta brasileiro, uma das grandes figuras no teatro contemporâneo internacional. Ele fundou o Teatro do Oprimido,…

Augusto Boal

Augusto Boal foi diretor de teatro, dramaturgo e ensaísta brasileiro, uma das grandes figuras no teatro contemporâneo internacional. Ele fundou o Teatro do Oprimido, que junta o teatro à ação social, as suas técnicas e práticas difundiram-se pelo mundo, mais destacadamente nas últimas três décadas do século XX, sendo bastante usadas não só por aqueles que entendem o teatro como instrumento de emancipação política, mas também nas áreas de educação, saúde mental e no sistema prisional.

O dramaturgo não é apenas conhecido por sua participação no Teatro de Arena da cidade de São Paulo, mas principalmente por suas teses do Teatro do Oprimido, que foram inspiradas nas propostas do educador Paulo Freire.

Ele tem uma obra escrita expressiva, traduzida em mais de vinte línguas e as suas concepções são estudados nas principais escolas de teatro do mundo. O livro Teatro do oprimido e outras poéticas políticas tratam de um sistema de exercícios, jogos e técnicas de teatro-imagem, que, segundo o autor, podem ser usadas por todos e não só por atores.

Augusto Teatro do Orpimido

O Teatro do Oprimido tem centros espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Tem centro nos Estados Unidos, na França, no Rio de Janeiro, Santo André e Londrina.

Augusto nasceu no Rio de Janeiro, filho de José Augusto Boal e Albertina Pinto. Aos 18 anos foi estudar Engenharia Química na Universidade do Brasil, hoje UFRJ, e paralelamente escrevia textos teatrais.

Já na década de 1950 ao mesmo tempo em que realizava estudos em Engenharia Química, na Columbia University, em Nova York, estudava dramaturgia na School of Dramatics Arts.

Quando retorna ao Brasil, passa a fazer parte do Teatro de Arena de São Paulo. A sua primeira direção é em Ratos e Homens.

No ano de 2008, Augusto Boal foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz, em virtude de seu trabalho com o Teatro do Oprimido. Já em março de 2009 foi nomeado pela Unesco embaixador do teatro.

Boal faleceu neste ano de 2009 no dia 2 de maio, aos seus 78 anos, no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Samaritano, em Botafogo, no Rio de Janeiro. A morte foi causada por insuficiência respiratória. Boal sofria de leucemia.

As idéias de Boal renderam-lhe um reconhecimento mundial.


Top