Atriz iraniana é condenada devido a participação em filme

Segundo o site Kalameh, a atriz iraniana Marzieh Vafamehr foi condenada a 90 chibatadas e um ano de prisão por ter participado do filme…

Segundo o site Kalameh, a atriz iraniana Marzieh Vafamehr foi condenada a 90 chibatadas e um ano de prisão por ter participado do filme “Minha Teerã à venda”.

Marzieh é esposa do cineasta iraniano Naser Taghvai, e foi detida em junho, pela atuação no filme que critica a rigidez das autoridades islâmicas.

Taghvai contou ao site que outras pessoas envolvidas no filme foram presas, mas apenas sua esposa foi julgada e condenada. O cineasta ainda diz não entender a decisão, já que o filme possui permissão do Ministério de Cultura e Orientação Islâmica.

A atriz iraniana está detida em uma província do Teerã chamada Garchak, que não conta nem com as condições mínimas de higiene. O advogado de defesa já pediu recurso da sentença aplicada a Marzieh Vafamehr, mas por enquanto ela terá que aguardar na prisão.

O longa “Minha Teerã à venda”, foi produzido em 2008 por uma iraniana que vive na Austrália, para uma tese universitária. A película foi custeada pela produtora Cyan Films, que é australiana  e  foi levada clandestinamente para o Irã, onde foi vendido no mercado negro e chegou à mão das autoridades locais.

A história da jovem atriz que é proibida de atuar por causa das censuras das autoridades islâmicas e foge para a Austrália para realizar seu sonho, foi premiada no Festival de Adelaide, em 2009, mas está proibida no Irã.

Top