Até que ponto uma pessoa deve ser perdoada

“Eu te perdoou, mas não esqueço”. A frase faz parte de diálogo comum entre uma pessoa que está magoada com algumas atitudes da outra…

“Eu te perdoou, mas não esqueço”. A frase faz parte de diálogo comum entre uma pessoa que está magoada com algumas atitudes da outra e quem errou. Quando a situação chega no ponto de pedir perdão é porque houve mágoa, a maioria das vezes em que o outro lado decide perdoar, ainda fica a lembrança e ferida que passa anos para sarar.

Quantas vezes perdoar?

Somos humanos e por isso falhamos, mas quantas vezes se deve perdoar uma pessoa, há um número exato? No livro que orienta a vida dos cristãos, a Bíblia, há uma passagem em que Pedro, um dos apóstolos, pergunta a Jesus quantas vezes ele deve perdoar alguém que cometeu um ato falho, confira a resposta no versículo retirado da Bíblia logo abaixo:

“Então, Pedro, aproximando-se, lhe perguntou: Senhor, até quantas vezes meu irmão pecará contra mim, que eu lhe perdoe? Até sete vezes? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete.” Mt. 18:21,22

Ninguém precisa contar setenta vezes sete e parar com os perdões quando for a vez 490. O que esse versículo acima diz é para perdoar sempre, quantas vezes forem necessárias.

E quantas vezes eu posso errar?

O ato de falhar, magoar alguém com seus atos e errar a ponto de ter que pedir o perdão da pessoa não é uma atitude boa, por isso o erro nunca é bom. Quem erra também sofre. Sofre com a culpa, a vergonha, a incapacidade de ter sido reto em suas ações e não controle de seus desejos. Errar nunca vale a pena, se valesse, não traria tanto sofrimento.

Em que eu erro?

Quando você pede perdão é porque fez algo de errado, logo vem a mente das pessoas um casal onde um dos cônjuges cometeu adultério, mas a lista de erros que precisam ser perdoados vai além disso. Pode ser um filho que saiu à noite escondido dos pais, um amigo que mentiu para outro, um neto que gritou com um avô já idoso ou qualquer situação onde a educação passou longe.

Leia Também:  Como cuidar da pele antes das atividades físicas

Mas vale a pena perdoar?

Quando o ser humano decide perdoar ele acaba fazendo um bem maior para ele mesmo com esse gesto de solidariedade. Perdoar uma falha do outro mostra que você é nobre o bastante para passar por cima de um defeito. Mas claro que não é fácil agir dessa forma, é necessário ser bastante amadurecido e ter uma conversa franca com quem errou, porque o pedido de perdão deve vir acompanhado de um arrependimento sincero e comprometimento de que aquilo não se repetirá, assim, muito mais fácil é olhar para frente e deixar aquele acontecimento para trás.

Top