Astrônomos descobrem três novos planetas com potencial para vida

Profissionais da astronomia do Observatório Europeu do Sul (ESO), do Chile, descobriram um novo sistema na constelação Escorpião com três planetas considerados super-Terras. Acredita-se…

Profissionais da astronomia do Observatório Europeu do Sul (ESO), do Chile, descobriram um novo sistema na constelação Escorpião com três planetas considerados super-Terras. Acredita-se que esses planetas possam ter água em forma líquida. Graças as suas características similares a Terra, astrônomos acham que possa existir vida nesses lugares.

Planetas novos podem ter água líquida (Foto: Divulgação)

Descoberta de novos planetas é fruto de combinação de dados

A descoberta de novos planetas foi fruto da combinação de novas observações de Gliese 667C, já vem sendo estudada por astrônomos, com informações obtidas anteriormente pelo instrumento HARPS. Alguns levantamentos anteriores de Gliese 667C chegaram a conclusão de que a estrela era orbitada por três planetas localizando-se um deles na zona habitável. Com a nova vistoria dessas informações, a equipe de astrônomos encontrou provas da existência de até sete planetas em volta da estrela.

Sistema estrelar Gliese 667 fica a 22 anos-luz da constelação do Escorpião

A estrela Gliese 667C, que possui terço da massa do Sol, está no sistema estelar triplo conhecido como Gliese 667 (também chamado de GJ 667), localizado a 22 anos-luz de distância da constelação do Escorpião. A estrela relativamente perto do sistema solar.

Novos planetas são esperança de vida fora da Terra (Foto: Divulgação)

Esses três planetas novos orbitam a terceira estrela mais tênue do sistema estelar. Os planetas descobertos preenchem por completo a zona habitável de Gliese 667C, sendo que não existem mais órbitas estáveis onde um planeta poderia existir à distância certa.

“Sabíamos, a partir de estudos anteriores, que esta estrela tinha três planetas e por isso queríamos descobrir se haveria mais algum”, descreve Tuomi em um comunicado oficial. “Ao juntar algumas observações novas e analisando outra vez dados já existentes, conseguimos confirmar a existência desses três e descobrir mais alguns. Encontrar três planetas de pequena massa na zona habitável de uma estrela é algo muito excitante!”, continua.

Leia Também:  Vestibular ITA 2016 inscrições abertas

Esta é a primeira vez que três planetas deste tipo são descobertos nesta zona num mesmo sistema, renovando a esperança de que possa existir vida fora da Terra.

Top