Asma: mitos e verdades

A asma é um problema crônico bastante comum nos consultórios de pediatria, caracterizado por broncoespasmo e hiper-reatividade da mucosa brônquica. Apesar de não ter…

A asma é um problema crônico bastante comum nos consultórios de pediatria, caracterizado por broncoespasmo e hiper-reatividade da mucosa brônquica. Apesar de não ter cura, esse problema é bem controlado na maioria das situações, mediante o tratamento adequado. A intensidade dos sintomas varia muito de uma pessoa para outra e podem ocorrer crises, desencadeadas por agente alergênicos, irritativos ou infecções virais. Esclareça algumas dúvidas e conheça mitos e verdades sobre a asma.

Entenda as diferenças entre asma e bronquite crônica.

O medicamento para asma não vicia e geralmente é de uso contínuo. (Foto: divulgação)

A asma pode passar de uma pessoa para outra

Mito. A asma não é uma doença contagiosa e sim um tipo de alergia das vias aéreas inferiores, que também poderia ocorrer nas vias aéreas superiores, onde seria chamada de rinite alérgica, ou na pele, onde receberia o nome de dermatite atópica. Essa doença é herdada geneticamente, isso significa que pais portadores de um desses três tipos de alergia, possuem chances de terem filhos asmáticos.

O ar condicionado pode desencadear crises de asma

Verdade. Além de retirar a umidade do ar e facilitar a suspensão de partículas potencialmente alergênicas, os aparelhos de ar condicionados que não recebem boa manutenção, com limpeza dos fios e retirada do excesso de poeira e mofo, podem tornar mais fácil a ocorrência de crises de asma. Outro problema é o contraste de temperatura entre o ambiente com e sem o ar condicionado, que pode piorar os sintomas de algumas pessoas.

Leia Também:  Pacote de viagens para Porto Seguro CVC, 2012-2013

Pessoas com asma não podem comer alimentos com corantes artificiais

Mito. A alergia infantil a corantes utilizados em produtos alimentícios está mais relacionada a manifestações de alergia na pele, por isso não é preciso restringir a ingestão de produtos industrializados, salvo em raras exceções.

Apesar de trazer benefícios, a natação é incapaz de curar a asma. (Foto: divulgação)

Problemas emocionais podem piorar os sintomas

Verdade. Apesar de ser uma doença de predisposição genética e que é influenciada por fatores ambientais como poluentes, fumaça de cigarro, alérgenos e infecções virais, é possível que mudanças do aspecto emocional venham a agravar o curso da doença.

Natação cura asma

Mito. A asma não possui cura, mas o tratamento eficiente pode tornar as crises menos frequentes, de modo que não haja nenhum prejuízo na vida do paciente. A natação oferece vários benefícios para o indivíduo asmático, principalmente por melhorar a capacidade respiratória e umidificar o ar, porém é incapaz de curar a doença.

Confira dicas para prevenir as crises de asma.

As bombinhas podem viciar

Mito. A asma é uma doença crônica das vias respiratórias, isso significa que, dependendo da classificação da gravidade da doença, será preciso o uso contínuo de medicamento inalatório. Vale a pena ressaltar que esse tipo de medicamento é bastante seguro, os efeitos adversos não são comuns e é indispensável uma consulta com médico especialista para avaliação do caso.

O ar condicionado pode ser prejudicial. (Foto: divulgação)

A asma é um problema respiratório bastante comum, especialmente nos ambulatórios de pediatria. Apesar de ser uma doença herdada e não ter cura, geralmente responde bem ao tratamento e as crises podem ser evitadas com alguns cuidados básicos.

Top