As manchas na Pele

As manchas são alterações na coloração da pele e podem apresentar diferentes tonalidades e intensidade de acordo com a predisposição de cada pessoa. (Para…

As manchas são alterações na coloração da pele e podem apresentar diferentes tonalidades e intensidade de acordo com a predisposição de cada pessoa. (Para quem deseja ter uma pele homogênea, as manchas podem incomodas bastante).

O uso de filtro solar é indispensável (independentemente se estiver na cidade ou praia) e se possível repassar o produto várias vezes ao dia. Os locais de maior aparecimento de manchas são o rosto e as mãos.

As causas:

1- Alterações na produção de melanina;

2- Infecções (micoses, vírus);

3- Tumores;

4- Marcas de acne;

5- Exposição ao sol;

6- Distúrbios hormonais.

Importante:

Na maioria das vezes elas acompanham de outros sinais e sintomas, que podem ajudar na definição de sua causa.

Os tipos de manchas:

Mancha de envelhecimento: O organismo vai perdendo a capacidade de filtrar as células defeituosas, e a pele vai perdendo parte da capacidade de se defender do sol. Além disso, a radiação é acumulativa nas células ao longo da vida, tornando a pele bastante vulnerável.

Manchas causadas por lesões:

Acne, queimaduras, machucados e picadas de insetos podem deixar a pele manchada.

Manchas de gravidez:

As mulheres, durante a gravidez, estão mais suscetíveis ás manchas devido à variação hormonal.

Manchas de melasmas:

São manchas castanhas que surgem na região da face. Geralmente surgem de um combinação entre predisposição genética e exposição solar.

Manchas do Sol:

São manchas de cor castanhas, em tons claros ou escuros e de tamanho variável. Geralmente aparecem a partir dos 40 anos.

Tratamentos:

Independentemente de qual tipo de mancha, é sempre bom consultar um médico para que ele possa diagnosticar com exatidão o seu tipo e , assim, recomendar o melhor tratamento.

Leia Também:  Como se Barbear Corretamente

Ácido Retinóico e Hidroquinona:

Fórmulas feitas com estes dois componentes são bastante usadas. A concentração de cada um dos componentes dependerá do tipo de pele, profundidade da mancha e entre outros fatores diagnosticado pelo dermatologista.

Principais eleitos colaterais:

Descamação e pele levemente rosada.

Importante:

Deve ser aplicados à noite e de preferência no inverno. São receitados numa consulta simples ao dermatologista.

Peeling:

Dentre os tratamentos oferecidos em clínicas, o peeling é o mais indicado para o tratamento de manchas na pele. Por meio de agente químicos ou físicos, o peeling esfolia a pele envelhecida, possibilitando a formação de uma nova camada de pele saudável e lisinha.

O peeling pode ser superficial, médio ou profundo, dependendo do dano presente na sua pele. As variações do processo são os agentes químicos e o número de sessões.

Laser:

Para tratamento de manchas, utilizam-se três tipo de laser:

  1. Quantum – remove manchas vermelhas do pescoço.
  2. CO2: remove manchas de melanose e queratose.
  3. Rubi: usada para minimizar sardas escuras.

Filtro Solar:

Para prevenir – desde cedo – as manchas causadas pelo sol, indica-se o uso do filtro solar. O mesmo evita  a progressão das manchas já existentes.

Loção clareadora:

Dependendo do tipo e da superficialidade da mancha, os cremes clareadores são bem eficientes.

Top