Arrependimento: Tatuar o Nome do seu Amor Pode vir a ser um Problema

Por mais modernos que os romances e relacionamentos modernos sejam, um dos pensamentos mais comuns acontece com relação ao que chamamos de prova de…

Por Editorial MDT em 07/09/2011

Por mais modernos que os romances e relacionamentos modernos sejam, um dos pensamentos mais comuns acontece com relação ao que chamamos de prova de amor. Tudo bem, faz parte do jogo, mas nos últimos tempos estas provas de amor tem sido cada vez mais elaboradas e radicais. Uma das provas mais radicais é justamente uma tatuagem.

Uma linda prova de amor…


Radical, não devido ao seu simbolismo de gravar algo em sua pele e que passa a fazer parte de si, mas sim pela sensação de eternidade que ela transmite. Não que não haja meios de remover o desenho, porém é infinitamente mais fácil fazer uma tatuagem do que removê-la. Este fato sequer é muito pensado no momento da decisão: julga-se que o amor é para sempre, que aquela é a pessoa certa, portanto é merecedora do ato.

… que pode virar uma dor de cabeça.

O problema é que as coisas podem mudar inclusive a certeza de que era para sempre e o merecimento. Não são raras as vezes as pessoas se arrependem. Há até exemplos famosos disso: Danielle Winitz, Deborah Secco, Isabeli Fontana e Angelina Jolie são as mais lembradas entre os casos de amores não tão eternos quanto o esperado e que tiveram de ser removidos ou cobertos, fosse em função de um novo relacionamento ou pela ideia de não querer conviver com uma marca além das lembranças comuns.

A importância de ter certeza.

Tatuar o nome de um namorado ou namorada é algo equivalente a tatuar o nome de uma banda do qual você goste muito: os gostos pode mudar com o passar do tempo e no fim ela não ser mais a sua preferida ou pior, ser um gosto do qual você possa se envergonhar em admitir mais tarde.

Claro, isso não significa que não se deva tatuar o nome de do seu amado ou amada, mas fique ciente dos riscos envolvidos em algo pensado no calor do momento. Não necessariamente ter o nome ou a inicial do seu ex em sua pele pode ser tão bem encarado assim por uma pessoa nova que esteja aparecendo em sua vida. Há quem não se importe e também há quem possa ver nisso a lembrança indesejada de alguém que parece estar sempre à espreita.

Exemplo dramático? Ok, falar da tatuagem como uma prova de amor e devoção pode fazer com que a ideia se torne dramática, porém um dos conselhos mais importantes a respeito de uma tatuagem é sempre ter certeza de seu desejo, não importa qual seja o desenho ou a palavra escolhida.

Outra recomendação bastante dada por outras pessoas é de que no caso dos nomes, é preferível fazer isso para aquelas com o qual o laço afetivo jamais será desfeito, como é o caso dos filhos. A despeito de qualquer coisa, o vínculo é inquebrável, fazendo com que este ato seja relativamente seguro quando os sentimentos estão sendo levados em conta.

Interessado em fazer, mas ainda não decidiu? Então pense com cuidado, não tenha pressa. Tenha certeza do que quer e fique ciente às suas alternativas. Seja como for, pense por si mesmo.

Top