Aprender Italiano na Itália

O melhor modo de se aprender um idioma estrangeiro é morando no país de origem dessa língua. Portanto, para aprender melhor o italiano é…

O melhor modo de se aprender um idioma estrangeiro é morando no país de origem dessa língua. Portanto, para aprender melhor o italiano é indo para a Itália. Quando nos mergulhamos na cultura do país e falamos o seu idioma o dia inteiro com falantes nativos, começamos a pensar como eles e o aprendizado é automatizado.

Ao contrário, quando frequentamos uma escola de idiomas, estamos em contato com a língua estrangeira por no máximo 3 horas por semana. Sendo assim, ao sairmos da escola, não falamos nessa língua com mais ninguém e a internalização ocorre lentamente. A dedicação aos estudos, nesse caso, deve ser mais intensa.

E em se falando da Itália, não é só o idioma que se pode aprender. A Itália é um país histórico, um dos berços da cultura ocidental, e ela dita tendências na moda. Para quem gosta de história, Roma, Florença, Veneza, Milão, Turim, Gênova e Nápoles são grandes pólos culturais. Na Itália, nasceu o Renascimento, que mostrou ao mundo artistas imortais como Leonardo da Vinci, Michelangelo, Botticelli, Rafael entre outros. Não há como ficar imune às artes estando na Itália. Suas construções são antigas, quase não há prédios altos e as ruas são estreitas, geralmente de paralelepípedo, em meio à catedrais e monumentos imensos. É como o tempo tivesse parado naquele pedaço do mundo.

Voltando a tempos mais modernos, o pequeno país tem belos cortes em seus ternos e em seus vestidos de alta-costura. Quem nunca ouviu falar de Versace, Giorgio Armani, Dolce & Gabbana, Valentino, Roberto Capucci ou Simonett Visconti? Pois é, todos esses nomes vêm da Itália, principalmente de Roma e de Milão. Para quem está antenado na moda, pode aprender muito nessa área também.

Leia Também:  Pronatec cursos técnicos em MG 2015

E quem não é louco por massa? Pois é, a Itália é o país que tem uma das gastronomias mais conhecidas do mundo. Macarronada, lasanha, nhoque, pizza, capeletti, rondelli…, dá até água na boca! E tudo é feito de modo especial, totalmente caseiro. Os italianos preservam as suas cantinas como se fossem as suas casas. Dificilmente um italiano trocaria a sua cantina favorita pelo McDonald’s ou pela Pizza Hut. Ele valoriza a sua cultura e a sua comida, que é muito mais gostosa, diga-se de passagem.

Além da grande bagagem artística e gastronômica que você poderá trazer desse país, você trará uma bagagem de amigos ainda maior. O povo italiano é amigável e receptivo por natureza, ele é alegre, falante, dramático e escandaloso, do jeito que vemos em filmes como “A vida é bela” e “A excêntrica família de Antônia”. Sem querer, nos apaixonamos pelo modo simples e sincero com que os italianos nos tratam e não vemos a hora de voltarmos para a Itália para reencontrarmos aqueles que nos deixaram tantas saudades. E aprender italiano na Itália te deixará com aquele sotaque gostoso típico dos italianos, que falam muito alto com a boca e mais alto ainda com as mãos!

Tipos de Intercâmbios para a Itália

Para aprender italiano na Itália, existem 2 tipos de intercâmbios de duração mais longa: o Au Pair, no qual você fica na casa de uma família e é um tipo de babá de suas crianças ou pode morar em um apartamento com mais estudantes. Esses cursos variam de 3 meses a um ano, mas ele pode ser esticado, caso você queira fica mais um tempo.

Há cursos para cada nível do idioma em que a pessoa se encontra. Há estudantes que vão para a Itália para cursarem uma graduação ou uma pós-graduação. Nesse caso, o tempo que eles ficarão no país será até o seu término.

Leia Também:  Curso de Educação Ambiental a Distância EAD

No caso do Au Pair, a vantagem é que o estudante pode ganhar um salário enquanto mora gratuitamente na casa da família. Ele tem roupa lavada, comida e toda a comodidade oferecida por um lar. Além disso, ele terá contato com falantes nativos do italiano diariamente e o aprendizado será muito mais rápido.

Os estudantes que moram em repúblicas também podem trabalhar, mas só por meio período. Dependendo do tipo de emprego que eles encontrarem, também há uma ótima oportunidade de se aprender o idioma mais rapidamente, como o de garçom ou o de recepcionista.

Cursos de Férias

Para quem pretende passar pouco tempo no exterior, há vários cursos de férias, que duram no máximo 3 meses. Geralmente, o estudante fica hospedado em casas de família e ganha um salário para cuidar das crianças. Porém, pode-se ficar em repúblicas e trabalhar enquanto estuda. Hotéis, restaurantes e parques de entretenimento sempre têm empregos temporários nessas épocas, pois a Itália recebe muitos turistas durante as férias.

Agências que fazem o intercâmbio para a Itália

Existem muitas agências de turismo que levam você à Itália para estudar. Abaixo, listaremos algumas com os seus respectivos endereços eletrônicos:

– IE Intercâmbio: http://novo.ieintercambio.com.br

– Intituto Italiano: http://www.istitutoitaliano.it

– Istituto Europeo: http://www.istitutoeuropeo.it

– CI: http://www.ci.com.br

– Portal do Intercâmbio: http://www.portaldointercambio.com.br/

Cada agência oferece tipos de pacotes diferentes. Portanto, pesquise bastante e veja qual o pacote que combina mais com as suas perspectivas e com a sua condição financeira. Feito isso, faça as malas e boa viagem!

Top