Aprenda como escolher adequadamente a alimentação do filho

Antigamente, acreditava-se que as crianças mais gordinhas eram as mais saudáveis. Porém, hoje sabemos que não é isso o que acontece e que esses…

Antigamente, acreditava-se que as crianças mais gordinhas eram as mais saudáveis. Porém, hoje sabemos que não é isso o que acontece e que esses gordinhos poderão se tornar obesos lutando constantemente contra a balança no futuro. Por isso, aprenda como escolher adequadamente a alimentação do seu filho para que ele tenha uma vida saudável tanto nessa fase quanto na adolescência e na fase a adulta, pois é sabido que praticamente todas as doenças estão diretamente relacionadas à nossa alimentação cotidiana.

Como as crianças ainda não têm consciência sobre os benefícios e os malefícios que os alimentos podem causar, os seus pais devem ser o seu espelho para que elas aprendam a comer corretamente. Portanto, não adianta você dizer ao seu filho que comer doces faz mal se você vive comendo chocolates.

Os bebês começam a se alimentar de outros produtos que não sejam o leite após os 6 meses de idade. Nessa fase, os alimentos devem ser dados amassados, e não triturados e peneirados, pois a criança deve ter o contato natural para que se acostumem com eles. Portanto, batatas, cenouras, beterrabas, mandioquinhas, mandiocas, maçãs, peras, mamão entre outros só devem ser servidos bem amassados com um garfo.

Assim como as verduras, os legumes e as frutas, o peixe é um dos alimentos mais importantes para o bom crescimento do seu filho, porque ele é uma ótima fonte de ômega 3. Por isso, a criança deve se alimentar de peixe pelo menos 3 vezes por semana. No entanto, para muitas famílias, o peixe não é muito acessível por causa do seu preço. Então, a melhor alternativa é a sardinha, que é barata, gostosa e muito nutritiva.

Leia Também:  Coleção de esmaltes da OPI outono/inverno 2013

Da mesma forma, os alimentos integrais são muito importantes, porque são fontes de fibras e vitaminas que fazem o organismo funcionar melhor.

Geralmente associamos as gorduras a algo maléfico para o nosso organismo. Contudo, nem todas o são, pois existem óleos que podem ser usados sem receio na cozinha como o de canola, o de milho e o de girassol, que são melhores que os de soja. Mas mesmo assim, não abuse do óleo no preparo da alimentação, usando-os apenas para dourar os alimentos e não para fritá-los.

Por fim, faça refeições balanceadas para o seu filho, evitando dar-lhe lanches à noite. Sempre faça uma porção com arroz, feijão, uma carne grelhada, legumes cozidos e uma salada.

O primeiro passo para que os seus filhos cresçam saudavelmente é educá-los para comerem bem, pois os alimentos certos na hora certa é o mais importante na fase infantil.

 

Top