Aprenda a substituir a carne vermelha

Atualmente muitas pessoas desejam eliminar ou reduzir a ingestão de carne vermelha. Esta mudança na dieta visa uma alimentação saudável, equilibrada e, acima de…

Por Editorial MDT em 20/02/2012

Os nutrientes da carne vermelha também são encontrados em outros alimentos.

Atualmente muitas pessoas desejam eliminar ou reduzir a ingestão de carne vermelha. Esta mudança na dieta visa uma alimentação saudável, equilibrada e, acima de tudo, preventiva. Por ser rica em colesterol e gorduras saturadas, a carne vem sendo cada vez mais associada a doenças cardiovasculares, diabetes e até câncer.

A carne ainda se destaca como fonte de ferro e principalmente de proteínas. Para quem não sabe a proteína é um nutriente fundamental na formação de tecidos, como ossos e músculos, e suas fontes podem ser tanto vegetais, quanto animais. Dentre as fontes vegetais temos as leguminosas, oleaginosas, cereais integrais e frutas/verduras. As fontes animais são as carnes e seus produtos, ovos, leite e derivados lácteos.

Pela sua grande importância nutricional, é importante ter um imenso cuidado na hora de substituir a carne vermelha, Acompanhe algumas dicas de como substituí-la, sem causar prejuízo a sua saúde.

Aposte na dupla arroz e feijão

A combinação é perfeita! Os nutrientes que faltam em um, são compensados e fornecidos pelo outro. O arroz contém metionina e o feijão, lisina, que são aminoácidos essenciais ao nosso organismo. Para tanto, obtemos um perfil protéico completo e que, dificilmente, aparece entre os vegetais. Além disso, o feijão é um alimento rico em ferro, um elemento essencial.

Carnes brancas são uma ótima opção

Ao invés de um bife, que tal um filé de peixe no seu prato?

O frango e o peixe, também conhecidos como carnes brancas, têm, basicamente, os mesmos nutrientes da carne vermelha, sendo eles o ferro, o zinco, as proteínas e a vitamina B12, além de quantidades menores de colesterol e gordura saturada.

Confie no ovo
O ovo é uma Importante fonte de proteínas, vitaminas e minerais. Além disso, ele fornece ômegas 3 e 6. Após estudos recentes, foi demonstrado que sua ingestão não possui associação nenhuma com o aumento da taxa de colesterol. Uma grande vantagem para nós. Uma boa opção é consumir o leite e seus derivados estes alimentos constituem umas das principais fontes de proteínas de origem animal. Porém, para compensar a baixa concentração de ferro (e evitar anemia), recomenda-se o consumo dos tipos fortificados. Mas lembre-se de não misturar nenhum desses alimentos com as principais refeições, pois a absorção do mineral acabará prejudicada.

A soja é uma boa opção para substituir a carne.

SOJA – ótima aliada
A soja é a principal alternativa à carne. Isto por ser rica em proteínas, além de fornecer todos os aminoácidos de que precisamos. Sua ingestão também reduz o colesterol, prevenindo doenças cardiovasculares.

Atualmente, o mercado fornece um grande leque de produtos, como bife, leite, queijo, iogurte e hambúrguer, o que é ótimo para quem deseja substituir a carne em seu cardápio.

Consuma quinoa
A quinoa é considerada o alimento de origem vegetal mais completo e sem gordura saturada. Além de ser fonte de proteínas, fibras e ômega 3, o que garante a saúde cardiovascular e diminui a taxa de colesterol. Mesmo possuindo menos ferro do que a carne, a quinoa ganha de qualquer outro cereal no quesito de ser um ótimo alimento para substituí-la.

Siga uma dieta equilibrada
Apesar de cada alimento possuir uma quantidade significativa de nutrientes, cada um é composto por um tipo de nutriente essencial ao nosso organismo. Assim como nenhum nutriente está em apenas um alimento, é necessário realizarmos uma dieta equilibrada para que nosso corpo tenha acesso a todos os tipos de substâncias essenciais.

Substituir a carne vermelha por outras fontes não é difícil, mas é importante ressaltar que os alimentos não possuem os mesmos nutrientes, e alguns deles podem conter maiores ou menores quantidades de determinada vitamina ou mineral. Assim, a exclusão de algum alimento pode ser prejudicial quando sua substituição não é realizada de forma adequada. Antes de substituir qualquer alimento, procure um acompanhamento especializado, para que no futuro não ocorra transtornos a sal saúde.

Top