Aprenda a lidar com o consumismo infantil

Atualmente, o mundo gira em torno do consumismo. São inúmeras propagandas na televisão, nas revistas e nos outdoors. Por isso, tanto para adultos quanto…

Por Editorial MDT em 24/11/2011

Atualmente, o mundo gira em torno do consumismo. São inúmeras propagandas na televisão, nas revistas e nos outdoors. Por isso, tanto para adultos quanto para crianças, é difícil ficar ileso a essa chuva de comerciais. Para as crianças, é  mais complicado, pois  há muitos assuntos que elas não compreendem e, desse modo, é necessário aprender a lidar com o consumismo infantil.

Há crianças que, para terem o que querem, gritam, esperneiam e rolam no chão. Se você ceder a essa manha, certamente estará contribuindo para aumentar o seu consumismo. Então, o correto seria deixá-las chorando no chão até que as suas lágrimas se esgotem e elas vejam que você não vai comprar o que elas desejam, mesmo que você passe constrangimento. A melhor forma de lidar com isso é virar as costas e deixar que elas chorem sozinhas, até a raiva passar.

Porém, ao chegar em casa, uma conversa séria deve ser tida. Nela, você explicará que não é fácil ganhar dinheiro para comprar os brinquedos que o seu filho quer. Diga-lhe que tem de acordar cedo para ir ao trabalho, ficar o dia inteiro lá e voltar cansada para casa. Depois, ainda tem de limpar a casa, cozinhar e preparar a cama para ele dormir. Portanto, ele deverá compreender que a sua vida não é fácil e que dinheiro não ‘nasce em árvore’.

A criança precisa saber que ela só ganhará presentes em datas especiais como aniversário, dia das crianças e Natal. Se você a presentear fora dessas datas, estará contribuindo para o aumento do seu consumismo.

Para que o seu filho aprenda a lidar com o dinheiro, peça-lhe que faça algumas tarefas domésticas simples como enxugar a louça, colocar água nas plantas, varrer o chão ou ajudar a lavar o carro. No final da semana, dê-lhe uma quantia em dinheiro. Então, ensine-lhe a vantagem de economizar dinheiro, dizendo-lhe que, se ele gastar o que ele ganhou no mesmo dia, poderá comprar poucas e pequenas coisas enquanto que, se ele guardar o dinheiro de 4 semanas, o brinquedo será maior e melhor. O ideal para fazer com que as crianças poupem dinheiro é comprando-lhes um cofrinho.

Se o seu filho levar a sério o negócio de poupar dinheiro, abra para ele uma caderneta e poupança e, todo mês, mostre-lhe o quanto ele tem guardado. Assim, quando ele realmente tiver uma quantia considerável,  ele poderá retirar o dinheiro para comprá-lo.

Para lidar com o consumismo infantil é preciso, antes de tudo, controlar o seu próprio consumismo, pois os adultos são os espelhos das crianças. Portanto, só converse com elas quando estiver preparada para seguir as mesmas regras.

 

 

 

Top