Aprenda a identificar os sinais de autismo

Aprender a identificar os sinais de autismo é fundamental para manter um bom convívio, desde o princípio, com a criança que sofre desse distúrbio,…

Aprender a identificar os sinais de autismo é fundamental para manter um bom convívio, desde o princípio, com a criança que sofre desse distúrbio, já que ele pode causar um grande desequilíbrio na relação familiar.

Conforme pesquisadores norte-americanos, é possível identificar os sinais de autismo já nos bebês (Foto: Divulgação)

Caracterizado pela dificuldade no domínio da linguagem, pela inabilidade em interagir com outras pessoas e pelo comportamento repetitivo e cheio de restrições, o autismo geralmente é identificado pelos médicos quando a criança tem entre um ano e meio e três anos de idade.

No entanto, de acordo com pesquisadores da Universidade de Miami, nos Estados Unidos, os próprios pais podem ser capazes de detectar os primeiros sinais de autismo, a partir dos oito meses de idade da criança, o que possibilita buscar ajuda especializada mais rápido.

Saiba quais são os tipos de autismo

Mitos e verdades sobre autismo

Aprenda a identificar os sinais de autismo

Os autistas têm muita dificuldade para se relacionar com outras pessoas (Foto: Divulgação)

De acordo com os pesquisadores da área de psicologia da universidade norte-americana, em estudo divulgado recenemente, o modo como o bebê olha para as pessoas e os objetos já pode dar indícios de que ele será autista ou não.

Para ilustrar a questão, o bebê autista pode não conseguir encarar a figura da mãe enquanto está sendo amamentado, apresentando um olhar perdido e sem demonstrar qualquer vínculo com a mãe.

O que também pode ser um indício da presença do distúrbio é o fato de o neném aceitar o colo de qualquer pessoa com muita tranquilidade, sentindo-se confortável com qualquer um. O comportamento padrão dos bebês com oito meses, segundo os pesquisadores, é o de estranhar aqueles com os quais não convive e até de chorar, quando se aproximam deles.

Continuar Lendo  Cabelo de Lívia, Cláudia Raia de Salve Jorge

Inquietação constante, choro quase ininterrupto e, por outro lado, uma apatia exacerbada, são outros comportamentos que devem ser observados com mais atenção pelos pais, pois podem estar entre os sinais do autismo.

Outras maneiras de detectar o distúrbio

O olhar do bebê é um dos pontos observados pelos pesquisadores para analisar a presença do autismo (Foto: Divulgação)

Para quem está à procura de dicas para saber como identificar os sinais de autismo, outros comportamentos que devem ser observados em bebês e crianças são:

– Incômodo com o toque e com alguns tipos de sons, pois os autistas têm os sentidos afetados.

– Dificuldade de passar do leite para as comidas sólidas, devido à textura de certos alimentos.

– Desejo constante de fugir de casa (costuma aparecer a partir dos três anos).

– Resistência a qualquer tipo de mudança e repetição contínua de atos e rituais.

– Preferência por estar só, evitando qualquer tipo de relação íntima com as pessoas (não abraça e não olha diretamente para elas).

Dificuldade para começar a falar e de entender o que é dito a ela.

Top