Aprenda a conviver bem com a diabetes

Ter diabetes não é o fim do mundo. Muitas pessoas, ao receberem o diagnóstico desse distúrbio metabólico, acabam ficando extremamente preocupadas, passam por momentos…

Por Editorial MDT em 27/12/2011

A diabetes realmente é uma enfermidade que merece a devida atenção.

Ter diabetes não é o fim do mundo. Muitas pessoas, ao receberem o diagnóstico desse distúrbio metabólico, acabam ficando extremamente preocupadas, passam por momentos de pura ansiedade e estresse e é comum se encontrarem sem perspectiva para o futuro. Na maioria das vezes isso não passa de um exagero desnecessário, fruto da falta de conhecimento sobre a doença.

A diabetes realmente é uma enfermidade que merece a devida atenção, mas vale a pena lembrar que, com o tratamento adequado e seguindo as recomendações médicas, é possível obter uma excelente qualidade de vida.

A seguir daremos algumas dicas de como conviver melhor com essa doença endócrina.

1. Não ficar parado

Exercício físico não faz mal a ninguém, seja diabético ou não. A atividade física fortalece o coração e melhora seu desempenho assim como o de outros músculos, além de fortalecer os ossos, combater a hipertensão, melhorar a capacidade respiratória e até o perfil lipídico!

Os benefícios da atividade física regular não param por aí, ela ainda proporciona uma sensação de relaxamento e alívio do estresse e previne o ganho de peso, fator essencial para quem é portador dessa doença. O tecido adiposo (gordura) tem função endócrina, isso é, produz hormônios que possuem papel fundamental no diabetes, levando ao aumento da resistência a insulina (a célula não consegue usar a insulina) e estimulando o apetite.

Exercício físico não faz mal a ninguém, seja diabético ou não.

2. Cuidados com a saúde oral

O alto nível de glicose sanguínea e a diminuição da capacidade imunológica para combater infecções torna a boca um local bastante sujeito à invasão de bactérias que podem provocar doenças, cáries e outros problemas periodontais.

Escovar os dentes regularmente após cada refeição, não usar escovas dentais velhas e desgastadas e passar o fio dental são atitudes importantes que previnem complicações.

As pessoas precisam se lembrar de que a escovação antes de se deitar é a mais importante e que nunca deveria ser esquecida, porque a situação (menor frequência de deglutição e queda na produção de saliva) favorece a multiplicação de microrganismos.

A escovação antes de se deitar é a mais importante e que nunca deve ser esquecida.

Visitar um dentista pelo menos a cada 6 meses para fazer check-up e limpeza, é o indicado.

3. Próteses dentárias

Próteses mal ajustadas causam ferimentos que podem acabar não cicatrizando. É preciso atenção para com as próteses, e, no caso de estarem mal ajustadas, escorregando ou provocando lesão, é necessário ir ao dentista para resolver o problema.

4. Responsabilidade

O portador da diabetes precisa saber mais sobre a doença. É importe não acreditar em tudo o que dizem por aí e tirar todas as dúvidas com o médico, que é o profissional mais adequado para dar conselhos com total propriedade no assunto.

5. A vida continua

O diabético não deve voltar toda sua energia para se preocupar com a doença. As recomendações médicas devem ser seguidas com seriedade, mas as pessoas precisam entender que a vida não se resume apenas em uma lista de remédios ou uma dieta a ser seguida. É importante fazer atividades prazerosas e cuidar de si mesmo o máximo possível.

É importante fazer atividades prazerosas e cuidar de si mesmo o máximo possível.

Top