Você está em: MundoDasTribos > Tecnologia> Aplicativo Tubby era trolagem da internet

Aplicativo Tubby era trolagem da internet

Por Andre

Ansiosas por baixar o aplicativo Tubby, que vinha sendo apresentado pelos desenvolvedores como uma espécie de “Lulu para homens”, referindo-se ao polêmico app que permite às mulheres avaliar o desempenho sexual dos homens, muitas pessoas tiveram uma surpresa ao acessar o site oficial da plataforma.

O lançamento do app Tubby não passou de uma brincadeira, que acabou trazendo várias reflexões (Foto: Divulgação)

É que ao invés de disponibilizarem o aplicativo para download, conforme o prometido, em versões para Android e iOS, os desenvolvedores do programa publicaram um vídeo (veja abaixo) explicando que o app, na verdade, nunca existiu.

Segundo os autores da “trolagem”, o objetivo por trás de tudo isso era promover uma campanha contra a exposição das intimidades dos relacionamentos na internet, algo que tem acontecido com bastante frequência, resultando até no surgimento do termo “pornografia de revanche”, além de combater a visão de pessoas como objeto.

Vídeo do suposto app para avaliar as mulheres

Disponibilizado no site oficial do suposto aplicativo (www.tubbyapp.com) e também na página onde seria realizado o seu download no Google Play, o vídeo do app Tubby mostra um suposto acionista sul-coreano, explicando as hashtags que seriam utilizadas no programa.

Mas ao ativar o recurso de legendas do YouTube, a mensagem verdadeira aparece. O ator (Pyong Lee) faz um discurso sobre a crescente exposição de relacionamentos na web e sobre os estragos que tal atitude pode causar na imagem pública dos envolvidos, como nos casos de divulgação de vídeos íntimos por ex-namorados, por exemplo.

Na gravação, são feitas várias críticas às novas ferramentas que permitem a exposição online de intimidades e que parecem ter sido direcionadas ao app Lulu, dando uma lição de moral nas pessoas que adoram usar a tecnologia para acabar com a privacidade alheia.

Mesmo antes de ser lançado, o aplicativo já estava proibido

Trecho do vídeo em que os criadores revelam a brincadeira (Foto: Divulgação)

A ideia de criar um aplicativo para avaliar o desempenho sexual das mulheres, de forma anônima, não repercutiu bem, tanto é que mesmo sem a confirmação do lançamento do programa, os coletivos Marcha Mundial das Mulheres, Marcha das Vadias e Frente de Mulheres das Brigadas Populares de Minas Gerais, entre outros, haviam entrado com um pedido de medida cautelar contra o app.

Atendendo ao pedido, um juiz da 15ª Vara Criminal de Belo Horizonte (MG) emitiu uma liminar proibindo o lançamento do app Tubby no Brasil, com base na Lei Maria da Penha e argumentando que ele promovia a violência contra a mulher. A decisão previa uma multa diária de R$ 10.000,00, caso fosse descumprida.

Recomendado para você
Tecnologia

Mapas de Localização de Ruas Via Satélite

Tecnologia

Badoo Como Funciona?

Tecnologia

Como colocar Post it na área de trabalho do windows

Tecnologia

Celulares em promoção na Black Friday

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *