Aplicativo de celular permite identificar procurados pela Justiça

Um aplicativo gratuito de celular pode te ajudar a conseguir maiores informações sobre uma pessoa. Qualquer cidadão comum vai ter acesso a dados de…

Um aplicativo gratuito de celular pode te ajudar a conseguir maiores informações sobre uma pessoa. Qualquer cidadão comum vai ter acesso a dados de outro cidadão através de alguns cliques no celular. O aplicativo Sinesp Cidadão, lançado nessa quinta-feira, 24 de abril, pelo Ministério da Justiça vai permitir que seja feita a consulta no cadastro nacional de 352 mil mandados de prisão.

Pesquise antecedentes por meio da internet (Foto: Divulgação)

Leia também: Aplicativos para celular java grátis

Como usar o aplicativo que identifica pessoas que já foram presas?

Para verificar se a pessoa possui uma condenação na Justiça ou se existe ordem judicial de prisão contra essa pessoa, é necessário digitar informações, como por exemplo, nome completo ou número de algum documento de identificação, sendo que entre eles identidade, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho e passaporte.

Quando a pessoa possui um registro de mandado de prisão é localizado, mas aparecem também outras informações disponibilizadas pelos órgãos do Poder Judiciário. No caso da pessoa ter nomes iguais ou semelhantes, é possível verificar no aplicativo mais informações, como nome da mãe ou data de nascimento, por exemplo. A pessoa pode incluir mais informações no aplicativo de celular para filtrar melhor o seu alvo de busca, como por exemplo, órgão expedidor do documento ou número do processo ou mandado.

Veja mais sobre: Aplicativo para falar de graça no celular

Use bons aplicativos no celular (foto: Divulgação)

Aplicativo ajudará a aumentar a eficácia do sistema prisional brasileiro

Ao lançar o aplicativo que permite identificar procurados pela Justiça, o ministro, José Eduardo Cardozo, ressaltou que, “quando uma política de segurança pública integra a sociedade, é possível alcança bons resultados”.

Continuar Lendo  Fique por dentro de tudo que rola no Twitter com o TweetDeck

 

“Essa interação da sociedade com a segurança publica tem um valor inestimável. Sem informação e sem integração não se faz nada em segurança pública”, explicou. Cardozo disse ainda que, além dos cidadãos, os policiais também vão poder ter acesso rápido aos mandados.

Aplicativo consegue verificar veículos roubados

O Sinesp Cidadão já possui um módulo de aplicativo de celular que atualmente permite a consulta de veículos roubados. Com o sistema instalado no celular, basta escolher o módulo de consulta a mandados. O novo aplicativo está disponível para Android e, em 10 dias, estará disponível para Apple.

 

Top