Apartamentos na Planta em SP

Os apartamentos em São Paulo estão disponíveis a venda ou para locação, cabe aos futuros moradores optarem por um perfil de negócio e garantir…

Os apartamentos em São Paulo estão disponíveis a venda ou para locação, cabe aos futuros moradores optarem por um perfil de negócio e garantir a moradia na metrópole. O aluguel e a comercialização de apartamentos é uma responsabilidade das imobiliárias e construtoras, que divulgam as residências com o objetivo de fazer as negociações.

Comprar ou alugar um apartamento não é tão simples como parece, antes de fechar negócio, é necessário avaliar os aspectos físicos do imóvel e também a documentação do mesmo. Algumas propriedades que já tiveram moradores costumam apresentam impostos pendentes ou uma infraestrutura danificada, por isso é importante ter sempre muito cuidado.

Também existe a possibilidade de comprar apartamentos na planta em SP, um negócio que pode ser bom ou ruim dependendo da forma como é efetuado. O fato é que essa compra precisa acontecer com cautela, pesando os prós e os contras para que o comprador não saia prejudicado com o seu investimento.

As construtoras adotam o sistema de vendas “na planta” com o objetivo de tirar maiores lucros das negociações. É necessário tomar muito cuidado com o reajuste das parcelas, às vezes apenas 1% a mais pode elevar o preço do imóvel significativamente. Os reajustes de apartamentos na planta se apresentam em três versões: pelo INCC, pelo INCC + 1% e depois 1%+IGPM. As prestações do imóvel variam de acordo com o parâmetro do mercado imobiliário e também com os índices de inflação.

Antes de comprar um imóvel na planta é necessário avaliar se o dinheiro aplicado não está apenas financiando o construtor e ocasionando prejuízos para o seu bolso. Esse plano não é a melhor forma de financiamento imobiliário, afinal, o comprador só recebe o produto após quitar todas as prestações.

As prestações do apartamento na planta sofrem reajustes com o tempo e isso pode elevar ainda mais o preço da propriedade. O comprador acaba se envolvendo numa divida que foge do seu controle, resultado de um financiamento que não tem parcelas fixas e está vulnerável as oscilações do mercado.

Comprar apartamentos já prontos é a melhor forma de negócio, dando uma boa entrada e financiando o restante de acordo com as correções do TR. Entre em contato com as imobiliárias e construtoras de São Paulo para conhecer as condições do apartamento na planta e veja se o financiamento é viável ao seu orçamento.






Top