Anvisa autoriza venda de teste de HIV na farmácia

Anvisa autoriza venda de teste de HIV na farmácia, com o objetivo de facilitar o diagnóstico da doença, já que cerca de 20% das…

Anvisa autoriza venda de teste de HIV na farmácia, com o objetivo de facilitar o diagnóstico da doença, já que cerca de 20% das pessoas portadoras do vírus HIV no Brasil ainda não foram diagnosticadas, conforme os dados da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Anivsa autoriza venda de teste de HIV na farmácia (Foto Ilustrativa)

Anivsa autoriza venda de teste de HIV na farmácia (Foto Ilustrativa)

O autoteste para detecção do HIV, que será comercializado nas farmácias brasileiras, é semelhante aos testes de farmácia para detectar gravidez, permitindo que qualquer pessoa possa realizá-lo sozinho, em casa.

No entanto, a liberação para a venda do produto já é alvo de polêmica, assim como acontece em outros países, pois há o receio de que resultados falso-positivos ou falso-negativos confundam as pessoas e tragam prejuízos ao paciente e aos parceiros.

Aids tem nova esperança de cura

Anvisa autoriza venda de teste de HIV na farmácia

O HIV é um vírus que pode levar ao desenvolvimento da Aids (Foto Ilustrativa)

O HIV é um vírus que pode levar ao desenvolvimento da Aids (Foto Ilustrativa)

Os testes caseiros de HIV geralmente fazem o diagnóstico da presença do vírus por meio de fluidos da gengiva ou da mucosa da buchecha, colhidos através de um pequeno bastão, ou então com uma gota de sangue, obtida através de pequeno furo na ponta do dedo. Os resultados saem em até 30 minutos.

Com a liberação da venda de teste de Aids nas farmácias, a Anvisa quer fazer uma espécie de triagem de possíveis casos de infecção por HIV. No caso de resultado positivo, a expectativa é de que a pessoa procure o atendimento médico o mais rápido possível, para um teste mais detalhado e para começar o tratamento o quanto antes.

Mitos e verdades sobre Aids

O resultado do teste caseiro de HIV sai em até 30 minutos (Foto Ilustrativa)

O resultado do teste caseiro de HIV sai em até 30 minutos (Foto Ilustrativa)

Mas para permitir a comercialização do produto, o Ministério da Saúde fez uma série de exigências, como a de que os rótulos tragam a informação de que o resultado do teste pode ser alterado devido a fatores como a janela imunológica, que consiste no intervalo de tempo entre a infecção pelo vírus da Aids e a produção de anticorpos no sangue.

Leia Também:  Opções de cruzeiros para o Réveillon 2017

Além disso, os testes devem informar um número de telefone com atendimento 24 horas, para orientar os usuários sobre os resultados, e ainda os números de atendimento do SUS em caso de resultado positivo.

Quando o teste estará disponível nas farmácias

Cerca de 20% dos brasileiros contaminados com HIV ainda não foram diagnosticados (Foto Ilustrativa)

Cerca de 20% dos brasileiros contaminados com HIV ainda não foram diagnosticados (Foto Ilustrativa)

Exame de HIV positivo: o que fazer?

Apesar da liberação, ainda não há previsão para o início da venda dos testes de HIV nas farmácias. Os preços para o mercado nacional também não foram definidos, mas no exterior o produto custa, em média, o equivalente a R$ 150 (valor cobrado nos EUA).

Leia mais sobre esse e outros assuntos navegando pelo Mundo das Tribos.

Top