Anticoncepcionais podem prejudicar funcionamento do cérebro

Anticoncepcionais podem prejudicar funcionamento do cérebro

Você sabia que Anticoncepcionais podem prejudicar funcionamento do cérebro? São medicamentos orais,injetáveis ou de adesivo, que inibem a ovulação, prevenindo assim a gravidez indesejada. Pesquisas e…

Por Redacao em 10/08/2015

Você sabia que Anticoncepcionais podem prejudicar funcionamento do cérebro? São medicamentos orais,injetáveis ou de adesivo, que inibem a ovulação, prevenindo assim a gravidez indesejada. Pesquisas e mais pesquisas são feitas em torno dos anticoncepcionais e cada vez mais resultados negativos são divulgados de problemas de saúde que podem acontecer a curto e médio prazo.

Anticoncepcionais podem prejudicar funcionamento do cérebro - Pílulas Anticoncepcionais estão se tornando um assunto polêmico diante tantas pesquisas revelando riscos a saúde de quem os toma (Imagem Ilustrativa)

Anticoncepcionais podem prejudicar funcionamento do cérebro

De acordo com uma pesquisa recente realizada pela Universidade da Califórnia (UCLA) o uso de anticoncepcionais podem prejudicar funcionamento do cérebro. A pesquisa ocorreu da seguinte forma:

Leia também: A importância das vitaminas na alimentação

A dúvida na hora de tomar a pílula fica mais presente ainda após saber seus diversos riscos (Imagem Ilustrativa)

Os cientistas dividiram 90 mulheres em dois grupos: 44 que tomavam as pílulas regularmente e 46 que não. Eles notaram que duas regiões específicas do cérebro, o córtex orbitofrontal lateral e o córtex cingulado posterior, eram mais finos nas mulheres que tomavam a contracepção oral.

Essas duas regiões do cérebro desempenham um papel importante na saúde das pessoas. O córtex orbitofrontal lateral regula as emoções e a resposta a recompensas. Mudanças nessa região podem ser responsáveis pelo aumento da ansiedade e sintomas depressivos que algumas mulheres sentem quando começam a tomar a pílula.

Leia também: Como fazer diagnóstico e prevenção da hepatite

Muitas mulheres usam anticoncepcionais desde novas (Imagem Ilustrativa)

Já o córtex cingulado posterior está envolvido com o pensamento interior-dirigido. Essa região do cérebro está relacionada à memória e ao desenvolvimento de planos para o futuro.

Ainda não se sabe se essas alterações no cérebro são permanentes. Entretanto, outras pesquisas serão feitas para saber mais informações sobre esses resultados.

Anticoncepcionais oferecem outros riscos à saúde

Diversas pesquisas são feitas em relação aos efeitos do anticoncepcional na saúde das usuárias e os resultados têm assustado muitas pessoas. Um comitê da Inglaterra comprovou que a alta dosagem de estrogênio estava associada ao tromboembolismo. A combinação de pílula e cigarro aumente em oito vezes o risco de acidente cardiovascular (AVC).

Confira: Como fazer diagnóstico e prevenção da hepatite

Algumas mulheres sentem diversos efeitos colaterais ao tomar as pílulas anticoncepcionais como dor de cabeça e nas pernas (Imagem Ilustrativa)

Anticoncepcionais podem prejudicar funcionamento do cérebro e algumas marcas de contraceptivos se pronunciaram e concluíram diante as pesquisas reveladas que os benefícios dos contraceptivos hormonais combinados na prevenção da gravidez não planejada continuam a superar os riscos e que a possibilidade de tromboembolismo venoso (TEV), associada ao uso de contraceptivos hormonais combinados, é pequena. Porém, muito grande para quem fuma ou é obeso e usa a pílula.

Top