Animais capazes de se camuflar

Na natureza, os animais recorrem a todo o tipo de estratégia em busca da própria sobrevivência. Um desses componentes de proteção é a camuflagem,…

Por Paulo Lima em 29/12/2012

Na natureza, os animais recorrem a todo o tipo de estratégia em busca da própria sobrevivência. Um desses componentes de proteção é a camuflagem, habilidade que várias espécies possuem para se esconder da presa ou do predador.

Fatores que determinam a camuflagem

A camuflagem se desenvolve de acordo com a fisiologia e o comportamento de cada animal. (Foto: Divulgação).

É importante salientar que a camuflagem desenvolve-se de acordo com a fisiologia e o comportamento de cada animal. Um animal com pelo, por exemplo, terá um tipo de camuflagem diferente de um animal com escamas.

Ela também é determinada pelas características do ambiente onde ele se encontra. Em casos em que a camuflagem consiste em combinar o próprio animal com o fundo de seu meio ambiente, por exemplo, são os elementos do seu habitat natural que servem de modelo para o seu disfarce. Além disso, é preciso considerar o comportamento de seus predadores ou de suas presas, mais um fator determinante para o desenvolvimento deste sistema de proteção.

Conheça os animais mais fedidos do mundo.

A diferença do camaleão para as outras espécies que se camuflam é que ele também utiliza este artifício para o acasalamento. (Foto: Divulgação).

Quando consideramos o “misturar-se com o ambiente” como sendo a camuflagem mais efetiva, podemos notar que há um número significativo de animais que apresentam esta característica. São bichos de várias espécies que aproveitam o fato de terem cores ou fisiologia que os misturam com os demais elementos do seu habitat para se esconderem de outros animais.

Alguns esquilos, por exemplo, possuem pelo áspero e irregular, que lembra a textura da casca de árvores. Algo semelhante acontece com vários insetos, cuja carapaça imita a textura macia das folhas, fazendo com que eles passem despercebidos por seus predadores. Tais características são passadas de geração em geração, garantindo assim a manutenção das espécies que as mantêm por um maior período de tempo.

Existem também animais com camuflagem mais sofisticada, que os permitem trocar de cor. Abaixo, você pode conhecer alguns desses bichos.

Animais capazes de se camuflar

Além de se disfarçar de acordo com as características do ambiente, o peixe Solha é capaz de viver até a 35.000 pés abaixo do nível do mar. (Foto: Divulgação).

• Solha – a primeira vista, o peixe Solha parece um animal desajeitado e bastante vulnerável. Entretanto, sob sua aparente fragilidade, ele esconde a incrível capacidade de adaptar sua aparência ao ambiente onde está. Além disso, essa criatura é capaz de viver em águas profundas, a mais de 35.000 pés abaixo do nível do mar.

Saiba quais são os peixes mais exóticos do mundo.

Camaleão – o camaleão talvez seja o animal mais conhecido dentre os que são capazes de se disfarçar. Entretanto, diferentemente dos outros bichos que se camuflam, ele também utiliza esse artifício para se comunicar com outros animais de sua espécie e tornar-se mais atraente para o companheiro.

• Peron’s Tree Frog – essa espécie de sapo é capaz de mudar sua tonalidade para uma ampla variedade de cores, entre cinza, marrom, amarelo, preto, esmeralda etc.

Top