Anencefalia: o que é

A Anencefalia acontece devido a uma má formação rara no tubo neural, que impede o feto de desenvolver o conjunto de órgãos do sistema…

Por Isabella Moretti em 12/04/2012

O bebê anencéfalo não tem o cérebro formado e nasce sem a calota craniana.

A Anencefalia acontece devido a uma má formação rara no tubo neural, que impede o feto de desenvolver o conjunto de órgãos do sistema nervoso central. Um bebê anencéfalo nasce sem a calota craniana e sem o encéfalo, mas normalmente apresenta tronco cerebral.

Considerado um defeito congênito, a anencefalia se desenvolve no início da gestação. Apesar de o problema apresentar fatores característicos por causa da ausência do encéfalo, em alguns casos o bebê tem partes do seu tronco cerebral em funcionamento, permitindo assim algumas funções vitais do seu organismo.

O diagnóstico da anencefalia pode ser feito a partir da 12ª semana de gestação, através de exames de ultra-som. Não se sabe ao certo as causas da má formação cerebral no feto, mas acredita-se que ela aconteça por influência da genética ou pela ingestão de determinados medicamentos. Gestantes diabéticas também possuem mais chances de gerar um bebê que sofre da anomalia.

O bebê que nascerá com anencefalia apresenta algumas características físicas que podem ser visualizadas claramente na ultrassonografia. Mesmo possuindo um corpo normal, o feto não possui a calota craniana a partir da região da sobrancelha. A cabeça apresenta uma abertura cujo tamanho varia de um bebê para o outro, mas o tecido neural formado fica totalmente desprotegido. Devido à má formação, os globos oculares se projetam para fora da órbita.

Imagem ilustra a patologia.

De acordo com os médicos, a falta do encéfalo faz com que o bebê anencéfalo seja incapaz de ouvir ou sentir dor, sendo assim comparado a um vegetal. No entanto, algumas famílias que passaram pela experiência de ter um filho com anencefalia afirmam que há sentimentos e sinais de desenvolvimento.

Não existe um tratamento capaz de reverter um quadro de anencefalia e a expectativa de vida varia de um caso para o outro. Apesar de não ser algo tratável, há meios de prevenir a má formação no cérebro do feto, como o consumo de ácido fólico no início da gravidez.

☰ CONTEÚDO

A anencefalia no Brasil

De acordo com os dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), o Brasil é o quarto país com o maior número de nascimentos de bebês anencéfalos. Ainda de acordo com o levantamento, existe um caso de anencefalia para cada 700 crianças que nascem no país.

A maioria dos bebês anencéfalos sobrevive por poucas horas ou apenas alguns dias após o nascimento. Mas, já existem casos no Brasil e no mundo com sobrevida maior, mesmo com a ausência das atividades cerebrais.

Polêmicas

A principal polêmica sobre a anencefalia gira em torno do aborto. Algumas pessoas acreditam que os pais possuem o direito de interromper a gravidez logo após o diagnóstico do problema, enquanto outras lutam para combater a ideia porque ela representa um tipo de assassinato.  O impasse é aquecido principalmente por religiosos e médicos.

A lei brasileira considera qualquer tipo de aborto como sendo um crime (exceto em casos de estupro), não existindo exceções para bebês que sofrem de anencefalia. Contudo, o Supremo Tribunal Federal começou ontem (11) a avaliar a ação que pede a legalização do aborto em casos de feto sem cérebro. Este julgamento fez com que manifestantes fossem até o STF, incluindo principalmente os religiosos.

Até o momento, o placar no Supremo Tribunal está 5 votos a 1 a favor da interrupção da gravidez de anencéfalos.

Casos de anencefalia

Vitória de Cristo nasceu com anencefalia e atualmente está com dois anos de idade. (Foto: O Globo)

O caso de anencefalia de Marcela de Jesus Ferreira ganhou repercussão na mídia.  Nascida em 2006, em Patrocínio Paulista (SP), ela viveu cerca de dois anos mesmo com o diagnóstico da anencefalia. Depois da morte da menina, os médicos voltaram a avaliar os exames e descobriram que ela sofria de merocrania, também considerado um tipo de morte cerebral, mas que conta com a proteção do resquício de cérebro por meio de uma membrana.

No julgamento do Supremo Tribunal Federal, o caso da pequena Vitória de Cristo ganhou visibilidade. Com dois anos de idade, a menina nasceu com acrania e os seus pais lutam a favor da preservação da vida de anencéfalos.

Top