Amigos fazem bem a saúde, diz estudo

Em busca de uma vida melhor, muitas pessoas optam por horas em sessões de terapia, livros de autoajuda, consultas médicas e até medicamentos naturais.…

Por Editorial MDT em 01/12/2011

(Imagem: Foto divulgação)

Em busca de uma vida melhor, muitas pessoas optam por horas em sessões de terapia, livros de autoajuda, consultas médicas e até medicamentos naturais. No entanto, existe uma arma secreta que pode ajudar a combater enfermidades como a depressão e retardar o envelhecimento precoce, tudo, sem gastar um centavo.  Segundo vários estudos realizados ao redor do mundo têm mostrado que os amigos, não somente melhoram a qualidade de vida como também podem fazer com que você viva mais.

Desse modo descubra os seis benefícios que as amizades podem proporcionar para a sua vida:

Melhora geral na saúde

Segundo um estudo, que persistiu mais de 10 anos na Austrália, foi concluído que pessoas mais idosas com um vasto círculo de amigos tinham 22% menos chance de morrer, em comparação com aquelas com poucos amigos. E mais, em 2010 especialistas de Harvard chegaram a conclusão que fortes laços de amizade nutrem a saúde cerebral logo que envelhecemos.

Força para combater doenças

Em meados de 2006 uma análise com cerca de duas mil enfermeiras com câncer de mama, descobriu que mulheres sem amigos tinham três vezes mais chances de morrer da enfermidade do que aquelas que tinham 10 ou mais amigos. A amizade era vista como uma forma de proteção. Nem mesmo a presença companheiro foi coligada à sobrevivência.

Para eles também

Embora muitas pesquisas foquem nas relações de amizades entre as mulheres, outras mostram que os homens também podem se beneficiar. Em uma análise, feita na Suécia com mais de 700 homens de meia-idade, foi desvendado que a falta de amizade é tão perigosa quanto fumar quando o assunto é o risco de sofrer um ataque cardíaco.

Melhora no sistema imunológico

Pessoas com menos amigos possuem quase duas vezes mais chances de morrer de enfermidades cardíacas e são três vezes mais tendentes a adquirir gripes e resfriados – ainda que permaneçam menos expostas as bactérias por apresentarem menos contato social.

Rápida recuperação

Pesquisadores que analisaram 42 casas em que o companheiro apresentava alguma lesão, descobriram que as pessoas que se sentiam inimizadas pelo parceiro demoravam duas vezes mais para se recuperarem. Além disso, a análise também apontou que nosso bem-estar social pode decidir se iremos ter uma recuperação rápida ou demorada de lesões mais graves ou mesmo de uma operação.

Manter uma visão positiva

No ano passado, cientistas analisaram 34 estudantes na Universidade de Virginia, nos Estados Unidos, levando-os para uma colina significativamente inclinada e colocando pesadas mochilas em suas costas. Após, perguntaram a eles o quanto inclinada era o morro. Aqueles que mantiveram os amigos próximos, acreditavam que a inclinação era menor do que na realidade. A análise concluiu que ter amigos a quem pedir ajudar faz com que as dificuldades pareçam menores, fazendo sua vida ficar melhor.

Top