Amigo mais velho pode atrapalhar a criança

Amigo mais velho pode atrapalhar a criança

É comum que as crianças façam amigos que tenham uma idade similar a sua, principalmente pelas relações estabelecidas na escola. Porém, alguns acabam se…

Por Élida Santos em 26/08/2013

É comum que as crianças façam amigos que tenham uma idade similar a sua, principalmente pelas relações estabelecidas na escola. Porém, alguns acabam se tornando amigos de grupos com pessoas mais velhas, com uma diferença de idade de poucos anos, mas que dependendo da fase da vida representa um abismo de distância entre as fases de maturidade desses indivíduos.

Leia mais sobre: Casais de famosos com diferença da idade

Pais devem ficar atentos com amizades de filhos (Foto: Divulgação)

 

Pais atentos com amigos mais velhos de filhos

Existem muito motivos para que os pais fiquem atentos com os amigos mais velhos dos filhos. A principal delas é que o jovem ou criança pode queimar algumas etapas se acompanhar o ritmo dos mais velhos. De certa forma, atualmente, parece que a infância está diminuindo e adolescência aumentando de prazo, por começar mais cedo para algumas pessoas. Quem não passa pelo processo de maturidade no seu devido tempo acaba tendo problemas na fase adulta.

Mãe e pai precisam ficar sempre por perto e acompanhar as relações com pessoas mais velhas bem de perto. Se for preciso, peça orientação ao colégio em que a criança estuda ou leve o pequeno ao psicólogo, para ele ajuda-los a entender a importância de seguir os passos no seu tempo e não no de seu amigo mais velho.

Veja mais sobre: Idade para filho começar a praticar esportes

Amigo mais velhos podem atrapalhar desenvolvimentos das crianças (Foto: Divulgação)

 

Como agir quando as amizades atrapalham a criança?

É responsabilidades dos pais intervir se a relação com amigos do irmão mais velho ou demais grupos com idades mais avançadas esteja afetando o comportamento e desenvolvimento de seus filhos. Para colocar a criança em contato com crianças da sua idade a inscreva em atividades que a “forcem” ao convívio. Como por exemplo, esportes coletivos, onde as categorias são separadas por idade.

Bullying atinge mais quem tem amizade com mais velhos

Outro problema muito comum que atinge as pessoas que convivem com amigos mais velhos é o bullying. Não é uma regra, mas a diferença de idade abre caminho para que a criança vire motivo de piadas por conta de experiências que não viveu e o seu grupo de amigos já teve tempo de experimentar. A criança pode não identificar que as brincadeiras, apelidos e a perseguição não faz bem para seu desenvolvimento. Ou percebe tudo isso, mas por medo de perder os amigos se cala. Nesses casos os pais devem interferir também.

Top