Ambulatório no Brasil para travestis e transexuais

Tem crescido muito no Brasil e no mundo, segmentos que visão atender as pessoas consideradas diferentes, simplesmente por optarem ter uma vida sexual diferenciada…

Tem crescido muito no Brasil e no mundo, segmentos que visão atender as pessoas consideradas diferentes, simplesmente por optarem ter uma vida sexual diferenciada do que é considerado pela maioria “normal”. A união entre pessoas de sexos opostos, já não é única.

O mundo tem sofrido modificações e as pessoas precisam respeitar essas mudanças. Hoje é muito comum, a união de pessoas do mesmo sexo, tão comum, que é grande o número de segmentos que estão preocupadas com essas pessoas, pois elas precisam ter uma vida também normal, como qualquer outro indivíduo.

Infelizmente a sociedade ainda não está totalmente civilizada para aceitar tais mudanças, e o preconceito ainda é grande e muitas vezes covarde.

Ainda bem, que existem outros que pensa diferente, e tem se preocupado com essa nova classe social. E assim, o poder público, também tem investido para atender as necessidades das pessoas consideradas “diferentes”, ou simplesmente “rotuladas” pela população menos esclarecida.

Com a intenção de atender essa parcela da população, foi criado no  Brasil, o  Ambulatório para travestis e transexuais- O ambulatório foi  inaugurado nesta terça-feira (9), pela Secretária Estadual de Saúde  de São Paulo, o primeiro centro no Brasil voltado ao atendimento a travestis e transexuais.

O centro tem profissionais especializados para tratar das dificuldades desses grupos sociais, que é muito discriminado e desvalorizado.

Neste local pode ser atendido até 100 pacientes por mês e terão serviços como: urologia, proctologia e endocrinologia (terapia hormonal), podendo ser avaliados e encaminhados para implante de próteses de silicone e cirurgia para redesignação sexual.

O secretário de Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata, por meio de uma nota, disse que com esse ambulatório, destinado aos transexuais e travestis, eles  estão assegurados de não serem discriminados e podendo cuidar melhor da saúde, pois serão atendidos por profissionais especializados para esse serviço, que já foram instruídos e capacitados para tal função.

Continuar Lendo  Dor de cabeça aumenta chance de depressão em mulheres

A inauguração oficial desse novo centro, fará parte da 13ª Parada do Orgulho LGBT ( 14/06), que deverá reunir milhões de pessoas em São Paulo.

O serviço esta localizado no núcleo de DST do CRT/Aids e funcionará de segunda a sexta-feira no horário das 14:00 às 20:00h. Endereço: Rua Santa Cruz, 81, Vila Mariana, São Paulo.

Esperamos realmente que essas pessoas tenham atendimento digno, assim, como todo cidadão brasileiro, pois todos são pagadores de impostos e fazem jus ao serviço público de qualidade.

Top