Alveolite: o que é, tratamento

Os dentes necessitam de cuidados especiais. Mesmo após a extração dentária, é necessário seguir alguns cuidados, de modo a evitar algumas possíveis complicações do…

Os dentes necessitam de cuidados especiais. Mesmo após a extração dentária, é necessário seguir alguns cuidados, de modo a evitar algumas possíveis complicações do problema. Entre as mais comuns está a alveolite. Saiba o que é e conheça o tratamento para a alveolite.

Após a extração dentária, é importante seguir as orientações do especialista. (Foto: divulgação)

Significado de alveolite

A alveolite é uma infecção ou inflamação do alvéolo que é a parte do osso mandibular ou maxilar, na qual o dente se aloja, que surge logo após a extração dentária. Essa patologia também recebe o nome de Osteíte pós-operatória.

Tipos de alveolite

Existem dois tipos de alveolite, a seca e a purulenta (com formação de pus). A alveolite tipo seca surge quando não há formação de coágulo de sangue após a extração do dente. Normalmente ela é consequência de uma manobra cirúrgica de difícil acesso, ou quando há fratura do alvéolo durante o procedimento cirúrgico. Por outro lado, na alveolite purulenta, ocorre quando o alvéolo é infectado, manifestando a secreção e produção de pus.

Conheça os sintomas da alveolite

A manifestação clínica da doença depende do tipo de alveolite. A alveolite purulenta costuma deixar um odor muito forte, devido a presença de pus. Já a alveolite seca traz um desconforto muito importante, por afetar as terminações nervosas do alvéolo que ficam mais expostas.

A alveolite surge após a extração dentária. (Foto: divulgação)

Fatores de risco da alveolite

Conheça abaixo algumas causas envolvidas com a manifestação da alveolite. Separamos as etiologias, de acordo com o tipo do problema.

Continuar Lendo  Letras e números na decoração

Alveolite seca

  • Ausência de ponto cirúrgico, após a extração do dente, o que propicia a perda do coágulo;
  • Realização do bochecho, nas primeiras 24 horas após a extração do dente. Essa atitude faz com que ocorra a remoção natural da proteção do alvéolo que é representada pelo coágulo de sangue;
  • Dentes fraturados após a extração dentária.

Alveolite Purlenta

  • Ocasionada quando o alvéolo for manipulado por instrumento não esterilizado de forma adequada.

 Saiba como prevenir o problema

A melhor forma de prevenir a alveolite é através da adoção de uma rigorosa higiene, durante e depois dos procedimentos cirúrgicos. Além disso, é muito importante que o profissional observe o estado geral do paciente e realize manobras corretas de manipulação, durante o ato cirúrgico. O indivíduo também deve seguir rigorosamente o que for recomendado pelo especialista, de modo a evitar ou minimizar os efeitos da infecção.

Conheça mais sobre o tratamento da alveolite

A forma de tratamento depende do tipo de alveolite. Naquela do tipo purulenta, é necessário eliminar os efeitos da infecção, através do uso de antibióticos especificamente indicados para o caso. Já na alveolite seca, o profissional poderá indicar o uso de analgésicos, respeitando sempre as comorbidades de cada pessoa.

Existem dois tipos de alveolite, a seca e a purulenta. (Foto: divulgação)

A alveolite é uma consequência muito grave da extração dentária e que pode ser prevenida através da adoção de algumas atitudes. Após conhecer um pouco mais sobre a doença e diante de qualquer manifestação suspeita, é ideal buscar a orientação de um especialista.

Top