Alunos da Unesp em Marília apoiam movimento da USP

Como forma de apoio ao manifesto dos alunos da Universidade de São Paulo (USP), estudantes de Marília, no interior do estado, da Universidade Estadual…

Como forma de apoio ao manifesto dos alunos da Universidade de São Paulo (USP), estudantes de Marília, no interior do estado, da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) proibiram a entrada de outros estudantes no campus, nesta quarta-feira (9). Tudo indica que os “unespianos” também são a favor da saída da Polícia Militar no campus dos “uspianos”, o que eles apontam como repressão.

O movimento aconteceu na tarde de ontem, aproximadamente às 16h. Os estudantes, na maioria do curso de filosofia, faziam um bloqueio na entrada do campus em Marília. Para isso usavam pedaços de madeira com a finalidade de fechar o portão da frente, impedindo a entrada de outros universitários.

Entretanto, nem todos os alunos apoiavam o movimento e achavam injusto não ter acesso a aula. Com isso reivindicaram seu direito de entrada ao campus. Muitos até são a favor da causa, porém não querem que as atividades sejam suspensas em Marília.

A Unesp afirmou que tudo voltaria ao normal nesta quinta-feira (10). Acrescentando que o número de alunos do campus é de 2.800 e que o número de manifestantes não ultrapassava 40.

A polícia chegou a ser acionada, porém foi dispensada pela reitoria da Unesp. No final da tarde o movimento já havia acabado.

Top