Alugar roupas de bebês

A gestante sempre se empolga na hora de comprar as roupinhas do bebê. Ela normalmente passa os nove meses adquirindo peças para compor o…

A gestante sempre se empolga na hora de comprar as roupinhas do bebê. Ela normalmente passa os nove meses adquirindo peças para compor o enxoval e deixar tudo preparado para a chegada do filho. No entanto, esta magia do nascimento de uma criança não muda o fato de que as roupas são caras e os bebês as perdem muito rápido.

Os bebês perdem as roupas rapidamente. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Roupas de bebê em promoção

É possível alugar roupas de bebê?!

As roupas de bebê que não servem mais costumam ser doadas para outras crianças que precisam. No entanto, os pais podem separar as peças que ficaram pequenas para o filho e disponibilizá-las para locação.

O aluguel de roupas de bebê também é viável para as famílias que não possuem condições financeiras para comprar peças novas. Desta forma, basta entrar em contato com quem está alugando e fechar o negócio.

A locação de roupas de bebê não é algo comum no Brasil, mas faz bastante sucesso no exterior. A proposta já está saindo da informalidade e motivando a criação de empresas.

Empresas de aluguel de roupas de bebê

Um conceito lançado no exterior é o aluguel de roupas de bebês. (Foto:Divulgação)

A PLUM foi responsável por lançar o conceito de aluguel de roupas para bebês em 2011. A empresa alugava os conjuntinhos para as mães interessadas em fazer economia e logo estipulava um prazo para a devolução.

A PLUM funcionou com um serviço online de aluguel de roupinhas, no qual as mamães pagavam uma quantia mensal para participar. Com 16 dólares era possível alugar duas peças, já com 49 dólares a PLUM permitia escolher sete roupinhas diferentes. Caso as roupas retornassem com manchas ou danificadas, a PLUM não cobrava nada.

Continuar Lendo  Cortes curtos para cabelos cacheados

Em menos de um ano no mercado, a PLUM resolveu encerrar as suas atividades nos Estados Unidos. A ideia de compartilhar roupas de bebê pode não ter dado certo devido à falta de um planejamento inicial e ao desinteresse das mamães norte-americanas.

Site alemão Lütte-Leichen. (Foto:Divulgação)

Nos EUA, o que realmente está ganhando espaço no mercado é o serviço de baby planner, uma espécie de consultoria que ajuda a escolher o tipo de produto que a criança precisa, em diferentes fases.

Outras empresas seguiram o conceito da PLUM e estão fazendo sucesso com o modelo de negócio, como é o caso da alemã Lütte-Leichen. O serviço de aluguel de roupas de bebê funciona da seguinte forma: o cliente paga uma mensalidade fixa e tem o direito de escolher um kit com até 11 peças para receber através do correio. Quando as roupas não servem mais, podem ser substituídas por peças maiores, sem custo adicional. A mensalidade cobrada pela Lütte-Leichen varia de € 17 a € 26.

Veja também: Enxoval de bebê barato

Top