Alimentos que prejudicam a ação de remédios

A alimentação tem papel decisivo da qualidade de vida e saúde do organismo, e todo mundo sabe que o consumo de alimentos naturais, como…

A alimentação tem papel decisivo da qualidade de vida e saúde do organismo, e todo mundo sabe que o consumo de alimentos naturais, como as frutas, proporciona vários benefícios. Entretanto, uma pesquisa feita pela Associação Médica Canadense mostrou que essa história pode ser um pouco diferente, pois constatou que nem todas as frutas e alimentos são benéficos quando o indivíduo faz uso contínuo de medicamentos. Entenda mais sobre o assunto e saiba quais os alimentos que prejudicam a ação de remédios.

Saiba quais os benefícios de uma alimentação saudável.

Alguns alimentos podem interagir com a medicação causando problemas. (Foto: divulgação)

Relação entre os alimentos e a medicação

O grande problema da associação do consumo de determinados alimentos com o uso contínuo de medicação se deve às propriedades dessas comidas em interferir na ação dos remédios no organismo, podendo potencializar ou até mesmo anular a ação do fármaco, além de causar efeitos colaterais importantes, como hemorragias e problemas respiratórios. Por isso os médicos recomendam que os pacientes se mantenham atentos à dieta e questionem o médico, em caso de dúvida.

Confira quais os tipos de remédios que não devem ser combinados.

Principais alimentos que prejudicam a ação dos remédios

Confira a lista com os principais alimentos relacionados no estudo como sendo os culpados por prejudicar a ação dos remédios:

  • Suco de laranja

O suco dessa fruta é capaz de interferir na ação de substâncias que controlam o colesterol, a pressão arterial e a ansiedade. Por isso seu consumo não é recomendado para quem faz uso de medicação para o combate da ansiedade e insônia, além de anti-histamínicos e fármacos antimaláricos.

  • Alcaçuz

Esse alimento é capaz de potencializar os efeitos dos remédios cardíacos, além de alterar a absorção de fármacos anti-hipertensivos.

Na dúvida, vale a pela consultar um médico em busca de esclarecimento. (Foto: divulgação)

  • Chocolate
Leia Também:  Criança não deve comer em frente à TV

É o tipo de alimento que deve ser evitado em excesso por pessoas que fazem tratamento antidepressivo, assim como os alimentos ricos em cafeína. Quem faz uso de drogas vasodilatadoras também deve controlar a vontade de comer esse doce.

  • Alimentos ricos em potássio

O consumo de grande quantidade de alimentos ricos em potássio, como bananas, laranjas e vegetais com folhas verde-escuras, pode comprometer a ação dos remédios anti-hipertensivos como o enalapril e o captopril.

  • Alimentos ricos em vitamina E

O consumo de grandes quantidades de alimentos ricos em vitamina E, como o cereal enriquecido com fibra, óleo de gérmen de trigo, avelã, semente de girassol, amendoim e castanha do Pará, são capazes de aumentar as chances de hemorragia, por interferir na ação de remédios anticoagulantes.

  • Ginseng

O ginseng é também é capaz de aumentar o risco de hemorragia quando combinado com fármacos anticoagulantes ou aspirina. Além do mais, seu uso é contraindicado em associação com anti-inflamatórios, podendo causar forte cefaleia, insônia e hiperatividade.

Descubra os perigos da automedicação.

O chocolate é uma das delícias que deve ser comida com moderação. (Foto: divulgação)

A dieta balanceada é capaz de proporcionar inúmeros benefícios para a saúde, entretanto, mesmo com os devidos cuidados, a associação de alguns alimentos com remédios de uso contínuo pode ser perigosa. Na dúvida, vale a pensa consultar um médico e esclarecer todas as questões.

Fique por dentro dos cuidados com o consumo de plantas medicinais.

Top