Alimentos que a mulher deve evitar na amamentação

O período de amamentação é delicado e muito especial, tanto para a mãe como para seu bebê. Existe uma relação muito estreita entre os…

O período de amamentação é delicado e muito especial, tanto para a mãe como para seu bebê. Existe uma relação muito estreita entre os alimentos consumidos pela mulher durante essa fase da vida e o aparecimento de problemas que afetam a saúde dos pequeninos. Esclareça algumas dúvidas e saiba quais os alimentos que a mulher deve evitar na amamentação.

Confiras para manter a dieta durante a amamentação.

A amamentação é um momento único entre a mãe e seu bebê.

Alimentos proibidos

Na verdade não existem alimentos proibidos durante a fase de lactação, pois cada criança reage de maneira diferente e, por isso, é praticamente impossível saber quais os produtos que podem desencadear problemas como a cólica, irritabilidade, flatulência ou reações alérgicas.

A melhor dica para as mães que desejam saber o que deve ser evitado é prestar muita atenção na reação do pequenino sempre que ingerir algum prato ou tempero diferente. Na realidade, as diferenças culturais geralmente resultam em opiniões distintas com relação aos alimentos recomendados ou não.

Dicas para uma boa alimentação

Para uma lactação adequada é fundamental que a mulher se alimente de forma balanceada, ingerindo produtos variados em pequenas porções ao longo do dia, não se esquecendo de observar o comportamento do bebê sempre que ingerir algo diferente.

Para evitar dúvidas, caso ocorra alguma reação suspeita com a criança, vale a pena ingerir o alimento suspeito isoladamente em outro dia, a fim de conferir se o pequenino manifestará sintomas. Caso isso ocorra, o produto deve ser evitado no cardápio materno.

Temperos e condimentos podem alterar o gosto do leite.

Alimentos que podem causar reações

Apesar de ser imprevisível, alguns alimentos estão estatisticamente relacionados à maior ocorrência de problemas com o bebê, e por isso vale a pena serem evitados:

  • Alimentos que podem provocar problemas gastrintestinais nos bebês:
Continuar Lendo  Sinais de que uma pessoa é interesseira

Brócolis, couve, couve-flor, couve-de-bruxelas, pimentões, pepino, repolho, nabo, mostarda, chocolate, laranja, limão, tangerina, feijão e lentilha. Apesar de serem muito saudáveis, o consumo desses produtos está relacionado à formação de gases intestinais e irritação em alguns bebês, podendo também provocar a alteração do sabor do leite.

  • Alimentos que podem alterar o sabor do leite

É importante ressaltar que nem sempre a alteração do gosto do leite é maléfica, pois alguns bebês costumam apreciar a mudança. Entretanto, é preciso tomar cuidado e observar a aceitação da criança mediante a ingestão de alimentos como aspargos, cebola, alho e pimenta.

  • Alimentos que podem causar alergia

As mães devem ficar atentas ao consumo de leite e derivados, como queijo, iogurte e manteiga, bem como frutas cítricas, milho, nozes, avelã, trigo, amendoins, amêndoas e mariscos, pois apesar de raro, pode ocorrer reação alérgica nos pequeninos. Os primeiros sintomas podem surgir imediatamente ou demorar horas após a mamada, sendo mais frequente a diarreia, coriza e alterações cutâneas.

Veja alguns mitos e verdades sobre a amamentação.

O chocolate pode causar cólicas nos bebês.

O período de lactação é muito importante para fortalecer o vínculo entre mãe e bebê, garantindo a saúde do pequeno ao longo de toda sua vida. A alimentação da mulher tem direta relação com as substâncias do leite, por isso ela deve ser realizada de forma balanceada. A escolha dos produtos certos pode prevenir desconfortos e outras complicações no lactente.

Top