Alimentação vegana: mitos e verdades

Uma dieta vegana é aquela que consiste no consumo de alimentos de origem vegetal, pois os veganos não usam ou consomem alimentos de origem…

Por Editorial MDT em 01/01/2012

Uma dieta vegana é aquela que consiste no consumo de alimentos de origem vegetal, pois os veganos não usam ou consomem alimentos de origem animal, incluindo a carne, ovos, leite e mel. Esse tipo de alimentação gera muito comentários sobre seus efeitos benéficos e maléficos para nossa saúde. Pensando nisso, selecionamos alguns mitos e verdade da alimentação vegana. Confira.

A alimentação vegana é baseada em alimentos de origem animal. (Foto: divulgação)

Alimentação vegana

Os adeptos a chamada alimentação vegana consomem somente alimentos de origem vegetal. Eles também se alimentam com sopas, guisados, ensopados e saladas. Os veganos consomem ainda uma grande variedade de comidas étnicas como pizzas, tacos, burritos, lasanhas, hambúrgueres, panquecas, sanduiches e sobremesas, todos feitos com ingredientes de origem vegetal.

Uma dieta vegana equilibrada é composta por quatro grupos de alimentos:

1. Nozes, leguminosas e sementes;

2. Grãos;

3. Legumes e verduras;

4. Frutas.

Como as necessidades são individuais de nutrientes e de energia variam em função da idade, do nível de atividade e do estado de saúde de cada pessoa, o ideal é consultar um nutricionista para realizar as orientações corretamente.

A alimentação vegana é rica em frutas, verduras e legumes. (Foto: divulgação)

Veja também dieta vegan, informações pratos e benefícios 

Mitos e verdades sobre a alimentação vegana

1. Alimentação vegana não é saudável.

Mito. Segundo a Associação Dietética Americana (ADA), as dietas veganas são saudáveis, nutricionalmente adequadas e pode oferecer benefícios a saúde, pois atuam na prevenção e tratamento de várias doenças. Ela ajuda na prevenção de doenças cardíacas, câncer, obesidade e diabetes.

2. A dieta vegana é livre de colesterol.

Verdade. As dietas veganas são 100% livres de colesterol, o que é muito satisfatório. Não existem recomendações diárias da ingestão de colesterol, pois ele não é um nutriente essencial. O corpo (especialmente o fígado) fabrica todo o colesterol que uma pessoa precisa para ser saudável.

3. Pessoas com alergias alimentares não podem aderir a alimentação vegana.

Mito. Existem várias opções de grãos saudáveis para os adeptos da dieta vegana com alergia ou intolerância ao glúten de trigo. Muitos grãos são superiores ao trigo, incluindo a quinua e painço. Além disso, produtos que antes so eram disponíveis em variedades de trigo (como biscoitos e pães) estão agora disponíveis sem trigo e glúten.

4. É possível consumir grandes quantidades de soja.

Verdade.É possível consumir vários tipos de alimentos derivados da soja. Porém, é preciso manter um equilíbrio com os demais alimentos vegetarianos aderidos. Um limite razoável diário de produtos de soja processados é de 2 porções por dia. Aposte no consumo de edamame, tofu, missô e leite de soja.

A alimentação vegana é rica em nutrientes. (Foto: divulgação)

Veja também alimentação vegetariana, cuidados 

A dieta vegana é uma excelente opção de escolha para manutenção de uma vida saudável. Porém, ela deve ser feita na medida certa para que não faltem nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo. O mais indicado é procurar uma nutricionista para orientar sobre os alimentos veganos e as quantidades ideais para serem consumidas.

Top