Álcool durante gravidez pode reduzir QI do bebê

Álcool durante gravidez pode reduzir QI do bebê

Todo mundo sabe que o álcool pode trazer graves danos à saúde. Com certeza, isso não seria diferente com as gestantes. Além dos problemas…

Por Editorial MDT em 21/11/2012

Todo mundo sabe que o álcool pode trazer graves danos à saúde. Com certeza, isso não seria diferente com as gestantes. Além dos problemas atribuídos à saúde da mãe, foi demonstrado que a ingestão de bebidas alcoólicas durante a gestação, pode causar alterações na formação do bebê, entre outras consequências. Tendo isso em vista, saiba como o álcool durante gravidez pode reduzir o QI (quociente de inteligência) do bebê.

Saiba o que é a síndrome do alcoolismo fetal.

O álcool consumido na gravidez pode reduzir o QI dos bebês. (Foto: divulgação)

 Álcool X gravidez

Pesquisadores das Universidades de Oxford e Bristol avaliaram o QI de cerca de 4 mil crianças e correlacionaram com a ingestão de álcool pelas mães durante a gestação. Ao final do estudo, concluíram que, mesmo um consumo moderado de bebidas alcoólicas durante a gravidez, pode trazer como consequência a redução dos níveis de QI dos bebês. Um resultado alarmante e que reforça a abolição do alcoolismo durante a gravidez.

 A diminuição do QI

Diversos estudos comprovaram que a ingestão de bebida alcoólica durante a gestação, pode trazer grandes malefícios à saúde da mãe e do bebê, incluindo a redução do QI. Mesmo que essa diminuição seja pouco significativa, eles reforçam a ideia que é ideal evitar o consumo de  álcool durante os nove meses da gestação. Além disso, essa redução começa a manifestar sinais quando a criança atinge os oito anos de idade, quando é possível observar o retardo de aprendizagem ao comprar com crianças com a mesma faixa etária.

Os filhos de mães alcoólicas podem apresentar alterações no desenvolvimento. (Foto: divulgação)

 Novos estudo em andamento

Apesar dos diversos estudos realizados até o momento, pesquisadores afirmam que ainda não foram comprovados quais são os efeitos reais do álcool em relação ao QI dos bebês. No entanto, os resultados sugeriram que a exposição do álcool durante a gravidez é um dos fatores responsáveis pela diferença de QIs das crianças. Além disso, foi comprovado que os QIs menos elevados estão diretamente relacionados a: diferenças sociais, alimentação não saudável, entre outros.

O consumo de álcool na gestação pode trazer consequências à saúde da mulher. (Foto: divulgação)

Sabe-se que o consumo de álcool durante a gestação pode trazer graves danos à saúde da futura mamãe, assim como a do seu bebê. Devido a isso, especialistas no assunto proíbem o consumo dessa substância durante os nove meses. Isso tomou mais força, após comprovação que o álcool durante a gravidez pode reduzir o QI dos bebês. Assim, é muito importante que as gestantes sigam as orientações do médico especialista, incluindo o não consumo de bebidas alcoólicas, uma forma de evitar futuras consequências.

Saiba como o álcool eleva o risco de desenvolver o câncer de mama.

Top