Água contaminada de Fukushima vaza ao mar Água contaminada de Fukushima vaza ao mar

Água contaminada de Fukushima vaza ao mar

A Tokyo Electric Power Company (Tepco), empresa que é responsável pelas operações da usina de Fukushima Daiichi, que protagoniza a crise nuclear no Japão,…

Por Élida Santos em 05/04/2012

O resíduo vazou durante 6 minutos, mais ou menos (Foto: Divulgação)

A Tokyo Electric Power Company (Tepco), empresa que é responsável pelas operações da usina de Fukushima Daiichi, que protagoniza a crise nuclear no Japão, confirmou nesta quinta-feira, 5 de abril, o vazamento ao mar de cerca de 12 toneladas de água contaminada com estrôncio radioativo, informou a televisão pública ‘NHK’.

Os funcionários da empresa descobriram durante a madrugada que o vazamento do resíduo contaminado é procedente de um dos encanamentos conectados ao tanque no qual se armazena a água radioativa que é utilizada para resfriar os reatores. A acumulação de milhares de toneladas de água contaminada provenientes dos reatores, líquido que segue em direção ao interior das instalações da usina, é um dos principais problemas enfrentados pela Tepco em Fukushima Daiichi.

Os funcionários da Tokyo Electric Power Company conseguiram fechar as válvulas do encanamento, o que interrompeu o vazamento, mas isso aconteceu somente uma hora depois que o problema começou (aproximadamente), detalhou a ‘NHK’.

O líquido é usado para resfriar as turbinas (Foto: Divulgação)

A companhia responsável pelas operações em Fukushima confirmou a estimativa de que uma parte significativa das 12 toneladas de água contaminada com estrôncio altamente radioativo tenha vazado ao Oceano Pacífico por meio de uma fundação de drenagem que comunica a central com o mar.

Além disso, no dia 26 de março, a Tepco informou também de um vazamento no sistema de circulação de água dos reatores 1, 2 e 3 da central, o que despejou 80 litros de água contaminada com estrôncio no oceano. No momento, a companhia está sob estado de alerta para evitar novos acidentes com material radioativo.

Top