Advogados de Gugu rebatem acusação de Thiago Lacerda

O ator Thiago Lacerda concedeu uma entrevista ao jornal Extra, falando sobre o processo que moveu contra o apresentador Gugu e o programa “Domingo…

Por Editorial MDT em 28/11/2011

O ator Thiago Lacerda concedeu uma entrevista ao jornal Extra, falando sobre o processo que moveu contra o apresentador Gugu e o programa “Domingo Legal”, do SBT. De acordo com o ator, ele ganhou o processo que moveu pelo leilão de uma sunga que teria sido usada por ele em uma encenação de “A Paixão de Cristo”, na Paraíba.

De acordo com o ator, ele nunca usou a sunga que foi leiloada e o valor de indenização estipulado no processo não foi pago pelo apresentador.

Ganhei o processo, mas nunca recebi o dinheiro. Esse problema judicial já está rolando há 11 anos e até hoje não chegou ao fim. Não preciso desse dinheiro, só processei o apresentador porque fui desrespeitado. Eles inventaram uma mentira. Aquela sunga não era minha e eles usaram meu nome. Isso é um pequeno reflexo da impunidade que impera no Brasil. As pessoas fazem e falam o que querem e escapam sem grandes consequências. Isso é uma coisa que me deixa muito aborrecido e frustrado. As pessoas precisam aprender a respeitar os outros“, disse o ator indignado.

Após a divulgação da conversa com o ator, os advogados de Gugu liberaram uma nota onde explicam que ele não recebeu o valor, porque teria recorrido da decisão ao STF. De acordo com os advogados do apresentador, Thiago teria dito que estava insatisfeito com o valor que lhe foi concedido.

Confira o comunicado dos advogados de Gugu Liberato na íntegra:

“Como representantes de Gugu Liberato, realizamos na época a sustentação oral no plenário. Na sessão de julgamento (19/11/2009), os Ministros do STJ entenderam, por votação unânime,  que o valor inicialmente concedido pelo Tribunal do Rio de Janeiro era elevado demais, reduzindo sua parte na condenação para R$ 40.000,00, com as devidas correções (Resp nº 791.025/RJ –Ministro Relator Sidnei Beneti).

Os advogados do Thiago Lacerda, do escritório do Dr. Sylvio Guerra, recorreram através de Reclamação ao Supremo Tribunal Federal (Reclamação nº 10848 – Relator Ministro Joaquim Barbosa), onde o processo até hoje se encontra. Não existem recursos de nenhum dos Réus em Brasília.

Em suma, o ator não recebeu até o momento porque ele recorreu ao STF dizendo-se insatisfeito com o valor que lhe foi concedido.”

Top