Adubo orgânico: como preparar

As plantas necessitam de nutrientes para que possam crescer bem e saudáveis. As pessoas responsáveis pelo cultivo devem se preocupar com a iluminação, podas,…

As plantas necessitam de nutrientes para que possam crescer bem e saudáveis. As pessoas responsáveis pelo cultivo devem se preocupar com a iluminação, podas, regas e adubo. Os ingredientes que são acrescentados ao solo são decisivos para que as plantas sejam capazes de embelezar o canteiro ou o jardim da casa.

O adubo orgânico é uma ótima opção para nutrir o solo do jardim. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Tipos de adubos para plantas

O poder do adubo orgânico

Quem tem medo de usar produtos químicos para nutrir o solo deve investir na adubação orgânica. Esta alternativa é totalmente natural e saudável para as plantas, pois os resíduos orgânicos são transformados em um poderoso fertilizante.

O adubo orgânico é preparado através da compostagem, um processo que mistura matéria de origem vegetal ou animal, como esterco, bagaços, farinhas, cascas, restos de vegetais e decompostos.

Várias vantagens estão associadas ao uso de adubo orgânico. Em primeiro lugar o processo de compostagem permite reciclar o lixo de origem orgânica, diminuindo assim a quantidade de resíduos depositada no meio ambiente. Este tipo de adubo também é vantajoso porque fornece tudo aquilo que o solo necessita, sem riscos de danificar o ecossistema.

O adubo orgânico é preparado com resíduos vegetais e animais. (Foto:Divulgação)

Na hora de preparar adubo orgânico, é importante tomar cuidado para não incluir resíduos contaminados por metais pesados ou coliformes fecais. Algumas substâncias naturais não devem ser incluídas na compostagem porque levam muito tempo para disponibilizar os seus nutrientes, como é o caso da casca de ovo e das conchas de frutos do mar.

Passo a passo do adubo orgânico

1. Reúna restos de capim, folhas, gramas aparadas, cascas de legumes e frutas. Este material deve ser bem picado para facilitar o processo de decomposição;

Leia Também:  Hábitos modernos que prejudicam a saúde

2. Escolha um lugar para fazer o adubo. Deposite a mistura sobre o solo, fazendo uma camada de aproximadamente 10 cm de altura. É importante alternar o substrato com a terra preta, pois ela é rica em húmus;

Inclua terra preta na compostagem. (Foto:Divulgação)

3. Depois de montar a camada, cubra com palha ou três centímetros de terra. Para evitar o mau cheiro e a presença de insetos, vale a pena acrescentar um punhado de cal sobre a pilha;

4. Realize regas periódicas para manter a umidade da compostagem. Também é fundamental revolver o adubo uma vez por semana para que não haja aeração e homogeneização;

5. Os substratos levam em média de três a quatro meses para concluir a decomposição. Ao fim do período, não será possível distinguir camadas, pois a terra está bem misturada aos resíduos orgânicos. O material estará pronto para ser usado como adubo se apresentar um aspecto homogêneo, cor escura e cheiro agradável.

Veja também: Adubos caseiros e ecológicos: dicas

Top