Adriano marca no fim e dá vitória ao Corinthians contra o Atlético Mineiro

O Corinthians contou com a estrela do Imperador Adriano para vencer, de virada, o Atlético Mineiro por 2 a 1, no Pacaembu, e reassumir…

Adriano marcou seu primeiro gol com a camisa do Timão

O Corinthians contou com a estrela do Imperador Adriano para vencer, de virada, o Atlético Mineiro por 2 a 1, no Pacaembu, e reassumir a liderança do Brasileirão.

Depois de ver o Galo abrir o placar com Leonardo Silva no começo da segunda etapa, o Timão abusou da raça e da disposição para chegar à virada. Primeiro, o atacante Liedson foi às redes e igualou o marcador. O gol do camisa 9 incendiou o lotado Pacaembu. Com o apoio da Fiel, o Corinthians pressionou, criou e marcou o gol da vitória aos 43, com Adriano. Este foi o primeiro gol do Imperador com a camisa do Timão.

A vitória deixa o Corinthians com 67 pontos, dois a mais que o vice-líder Vasco, que soma 65. Na próxima rodada, o alvinegro de Parque São Jorge enfrenta o Figueirense em Florianópolis.

Primeiro tempo fraco tecnicamente

Precisando da vitória para retomar a liderança do Brasileirão, perdida para o Vasco, o Corinthians entrou em campo ligado e decidido a ficar em vantagem no placar logo de cara. Tanto que aos cinco minutos, o Timão quase marcou o primeiro. Liedson cruzou da direita, Emerson ajeitou de cabeça para Willian encher o pé e mandar a bola rente à trave esquerda do gol de Renan.

Com uma postura mais defensiva, o Atlético Mineiro priorizava a marcação e permanecia com todos os atletas no campo de defesa, dependendo apenas dos contra-ataques para ameaçar a meta corintiana.

O sistema defensivo do Corinthians funcionava e impedia que o ataque atleticano conseguisse desenvolver jogadas ofensivas. Já o Corinthians tentava na base da troca de passes levar perigo ao goleiro Renan. Porém, os zagueiros mineiros levavam a melhor em quase todas as investidas corintianas.

Com dificuldades para criar com a bola rolando, o Timão teve tudo para abrir o placar na bola parada. Aos 34, Emerson cobrou falta da entrada da área, mas mandou em cima da barreira e desperdiçou uma boa chance para balançar as redes.

Leia Também:  Neymar é eleito o craque do Brasileirão pela CBF; Já na votação popular, Dedé é o melhor

Etapa final emocionante no Pacaembu

No começo da etapa final, o Galo avançou um pouco seus jogadores e criou uma situação de perigo logo aos três minutos. Serginho fez boa jogada pela direita, serviu Carlos Cézar, que cruzou, mas Alessandro se antecipou ao atacante Bernard e afastou o perigo.

A resposta corintiana foi imediata. Willian partiu com a bola dominada pelo lado esquerdo, cortou para dentro e finalizou com força. Porém, a bola passou raspando o gol atleticano.

Aos 9, o Atlético Mineiro abusou da qualidade e da esperteza para abrir o placar. Em cobrança de falta ensaiada, Richarlyson deu um lindo passe para Daniel Carvalho, que tocou para Leonardo Silva testar com força: 1 a 0 Galo.

Atrás no marcador, o Corinthians se lançou ao ataque. Tanto que o zagueiro Paulo André curtiu uma de ponta direita, foi na linha de fundo e cruzou para Liedson. Dentro da área, o atacante dominou e bateu rasteiro para fora.

Apesar de estar em vantagem no placar, o Atlético Mineiro continuou atacando e quase ampliou aos 20. Carlos Cézar recebeu de Bernard pelo lado direito, invadiu a área e chutou forte para fora.

Dois minutos mais tarde, o goleiro Renan salvou o Galo de sofrer o gol de empate. Ralf lançou para Liedson, que bateu de primeira e obrigou o goleiro atleticano a fazer uma excepcional defesa. Um minuto depois, Renan novamente operou um verdadeiro milagre. Alex finalizou com força, no ângulo, e Renan voou para espalmar a bola pela linha de fundo.

Imperador decide e Timão vira

A pressão corintiana teve resultado aos 32. Emerson avançou pela direita, rolou para Alessandro, que cruzou na cabeça de Liedson. Dentro da área, o camisa 9 não perdoou e deixou tudo igual no placar.

Leia Também:  Corithians x Palmeiras: rivalidade a mil antes mesmo de a bola rolar

O Corinthians continuou em cima e chegou ao gol da virada, aos 43. Neto Berola perdeu a bola no ataque e deu o contra-ataque para a equipe corintiana. Emerson partiu em velocidade, lançou para Adriano, que esbanjou qualidade para finalizar com categoria e marcar o gol da vitória do Corinthians.

Top