Ácido graxo: Substância pode regular o controle de diabetes

Atual estudo do Instituto de Pesquisa Van Andel, nos Estados Unidos, divulgado no Journal of Biological Chemistry, mostra que um ácido graxo natural pode…

(Imagem: Foto divulgação)

Atual estudo do Instituto de Pesquisa Van Andel, nos Estados Unidos, divulgado no Journal of Biological Chemistry, mostra que um ácido graxo natural pode servir como um ajustador das taxas de açucar no sangue. O estudo pode levar a criação de novos tratamentos e drogas mais  seguras no combate a diabetes, pois, diversos medicamentos utilizados recentemente proporcionam efeitos colaterais inesperados, como é o caso do ganho de peso repentino.

Durante o estudo, deparou-se que o ácido decanóico, um ácido graxo saturado age como um regulador de uma sub-família de receptores nucleares os quais possui um importante papel no metabolismo da glicose e dos lipídeos.

O ácido graxo ocorre espontaneamente no óleo de coco e no óleo palmiste (originado da amêndoa da palma), assim como no leite e na gordura de alguns mamíferos. Ele é utilizado na composição orgânica e é corriqueiro na produção de perfumes, graxas, borrachas, e em adicionais alimentares e farmacêuticos.

“Nós estudamos um receptor nuclear (PPARy) que tem um papel fundamental no metabolismo da glicose e do lipídeo e é o alvo molecular da tiazolidinediona (TXD), uma classe de drogas contra o diabetes que tem demonstrado efeitos colaterais negativos, como ganho de peso, retenção de fluídos e aumento dos riscos cardiovasculares”, diz H. Eric Xu, diretor do Centro para Estrutura Biológica e Descoberta de Drogas do Van Andel.

De acordo com o especialista, os estudos apontaram que o tratamento com ácido graxo saturado melhora a sensibilidade à glicose, sem o ganho de peso. “Esses resultados sugerem que o ácido decanóico pode ajudar a desenvolver tratamentos mais eficientes e também mais seguros”, diz Venkata R. Malapaka, coordenadora do estudo.

Saiba mais

Ácido graxo saturado

Os ácidos graxos desenvolvem a cadeia estrutural da molécula de gordura, e são normalmente resultantes de triglicerídeos ou fosfolipídios. São importantes fontes de energia, já que, quando rompidos, liberam significativas quantidades de ATP (nucleotídeo responsável pelo armazenamento de energia derivado da fotossintese). Além disso, possuem a presença de hidrogênio na sua cadeia e são encontrados em gordura animal.

Receptor nuclear

Classe de proteínas presentes no interior das células, os quais são capazes de identificar hormônios. Tem como característica fundamental a competência de interação e influência no DNA.

Top